Show simple item record

dc.creatorRibeiro, Cristiane
dc.date.accessioned2019-02-08T17:52:13Z
dc.date.available2019-02-08T17:52:13Z
dc.date.issued2016-08-22
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/10933
dc.description.abstractThe object of this research is to analyze how the process of actions implementation of Permanent Education in Health (EPS) works in a region of São Paulo, on the assumption that the Unified Health System (SUS) has responsibility for ordering and training Human Resources - HR for health. In addition, it is still far from a professional training and working process reorganization to promote transformation and reorientation of attention, care and management models. This is an exploratorydescriptive study of qualitative approach, whose main objective is to analyze through documental research, public documents of the municipalities relating to EPS actions, emphasizing the EPS deployment and implementation in the territory of the Regional Health Department III - DRSIII Araraquara / São Paulo. The analysis was guided by the theoretical reference of EPS and Primary Health Care (ABS), and the results were presented by categories. The guiding documents such as the Regional Action Plan for Permanent Education in Health (PAREPS) and the Health Maps were identified, and submitted to documental analysis with thematic content technique, which enabled to identify how the EPS actions is being implemented in a region of the state of São Paulo. Based on qualitative analysis, the results, organized and presented by health region, show their characterization as well as the needs and proposals identified in each PAREPS within the period of 2008 to 2015. Through the analysis, it is apprehended that the EPS can be considered a “management and intervention strategy” that suggests a revision of management, attention, training workers and social participation practices in a critical and reflective perspective, making articulations between training and the working world, and, supporting significant learning, in a learning process that could produce senses and meanings in order to contribute to the social transformation of reality.eng
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopor
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectEducação Permanente em Saúdepor
dc.subjectAtenção Básica em Saúdepor
dc.subjectPermanent Education in Healtheng
dc.subjectPrimary Health Careeng
dc.titleAnálise da implementação da política de educação permanente em saúde em uma região do Estado de São Paulopor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Arantes, Cássia Irene Spinelli
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4246837549578145por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1257993308980811por
dc.description.resumoO objeto desta investigação é analisar como se dá o processo de implementação da política de Educação Permanente em Saúde (EPS) em uma região do estado de São Paulo, partindo do pressuposto de que o Sistema Único de Saúde (SUS) tem responsabilidade na ordenação e formação de Recursos Humanos – RH para área da saúde, e ainda está distante de uma formação profissional e de reorganização dos processos de trabalho de modo a promover transformação e reorientação dos modelos de atenção, cuidado e gestão. Trata-se de um estudo de caráter exploratório-descritivo, de abordagem qualitativa, cujo objetivo principal é analisar por meio da pesquisa documental, documentos públicos dos municípios relativos às ações de EPS, destacando a implantação e implementação da EPS nos territórios do Departamento Regional de Saúde III – DRSIII Araraquara/São Paulo. A análise foi orientada pelo referencial teórico da EPS e Atenção Básica à Saúde (ABS), e os resultados da pesquisa foram apresentados em forma de categoria. Foram identificados documentos norteadores como os Planos de Ação Regional de Educação Permanente em Saúde (PAREPS) e os Mapas da Saúde, que foram submetidos a técnica de análise documental de conteúdo temática, possibilitando identificar o modo como as ações de EPS estão sendo implementadas em uma região do estado de São Paulo. A partir da análise qualitativa dos dados, os resultados foram organizados e apresentados por região de saúde, com a caracterização de cada região, bem como as necessidades e proposições apontadas nos PAREPS das regiões de saúde no período de 2008 a 2015. Por meio das análises apreende-se que a EPS pode ser considerada uma “estratégia” de gestão e intervenção que propõe a revisão das práticas de gestão, atenção, formação dos trabalhadores e participação social numa perspectiva crítico-reflexiva, articulando a formação ao mundo do trabalho, e favorecendo a aprendizagem significativa, em um processo de aprendizagem que produza sentidos e significados, de modo a contribuir com a transformação social da realidade.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Enfermagempor
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record