Show simple item record

dc.contributor.authorMacedo, Caio Marcomini
dc.date.accessioned2022-05-30T15:08:46Zeng
dc.date.available2022-05-30T15:08:46Zeng
dc.date.issued2022-04-26eng
dc.identifier.citationMACEDO, Caio Marcomini. Desempenho da cultura da soja com o uso de fertilizante orgânico e mineral. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agronômica) – Universidade Federal de São Carlos, Araras, 2022. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/16205.*
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/16205por
dc.description.abstractThe increase in soybean productivity in recent years has occurred as a result of the adoption of field technologies. Among the inputs used, mineral fertilizers are the most expensive. As an alternative to mineral fertilizer and to produce in organic systems, the use of animals waste as fertilizers is an alternative with environmental, economics, social agronomic interests. Thus, the objective of this work was to evaluate the effects of the application of different doses of cattle manure on the performance of soybean plants. For this, four fertilization treatments were evaluated, one with the application of 500 kg/ha of the formulated 02-29-09 NPK and three with cattle manure at different dosages (2.5, 5 and 10 t/ha). The experiment was conducted in a completely randomized design and the phenological stage, plant height, pods and grain number per plant, nodules number per plant and productivity were evaluated. Fertilization with cattle manure resulted in higher number of nodules, however with lower yields compared to mineral fertilizer. The change in phenological stages, plants, pod and grains number per plant were equivalent between the treatments, demonstrating that both providing nutrients for the crop. Organic fertilization, when carried out in different production cycles, can increase productivity to similar levels to those observed with the use of mineral fertilizer.eng
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopor
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectGlycine max L. Merrillpor
dc.subjectEsterco bovinopor
dc.subjectAdubo orgânicopor
dc.subjectProdução orgânicapor
dc.subjectCattle manureeng
dc.subjectOrganic fertilizereng
dc.subjectOrganic productioneng
dc.titleDesempenho da cultura da soja com o uso de fertilizante orgânico e mineralpor
dc.title.alternativeSoybean crop performance with the use of organic and mineral fertilizereng
dc.typeTCCpor
dc.contributor.advisor1Forti, Victor Augusto
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5742976162363922por
dc.description.resumoO aumento da produtividade de soja nos últimos anos ocorreu, basicamente, pela adoção de tecnologias como o uso de insumos e equipamentos. Dentre os insumos utilizados, os fertilizantes minerais estão entre os mais onerosos. Como alternativa a estes insumos e potencializando sistemas de produção orgânicos, a utilização de dejetos animais como fertilizantes se torna uma alternativa, de grande interesse em termos ambientais, sociais e agronômicos. Desse modo, objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos da aplicação de diferentes doses de esterco bovino no desempenho de plantas de soja. Para isso, avaliou-se quatro tratamentos de adubação, um mineral (NPK) com aplicação de 500 kg/ha do formulado 02-29-09 e três com esterco bovino sólido com diferentes dosagens (2,5 ; 5 e 10 t/ha). O experimento foi instalado em delineamento inteiramente casualizado avaliando-se os dias de duração de cada estádio fenológico, altura de planta, número de vagens e grãos por planta, número de nódulos por planta e produtividade. A adubação com esterco bovino resultou em maior números de nódulos, porém apresentou menor produtividade quando comparado a fertilização mineral. A mudança dos estádios fenológicos, altura das plantas, número de vagens e grãos por planta foram semelhantes entre os diferentes tipos de tratamento, demonstrando que ambos são eficazes em fornecer nutrientes para a cultura da soja. A adubação orgânica, quando realizada em diversos ciclos produtivos poderá promover aumento da produtividade a níveis semelhantes aos observados pelo uso do fertilizante mineral.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIApor
dc.publisher.addressCâmpus Araraspor
dc.contributor.authorlatteshttp://lattes.cnpq.br/9280354280686100por
dc.publisher.courseEngenharia Agronômica - EAg-Arpor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil