Show simple item record

dc.creatorOrdoñez, Lina Karina Bernal
dc.date.accessioned2016-06-02T19:48:27Z
dc.date.available2015-05-12
dc.date.available2016-06-02T19:48:27Z
dc.date.issued2015-02-20
dc.identifier.citationORDOÑEZ, Lina Karina Bernal. Ações de saúde coletiva sob a perspectiva dos articuladores da atenção básica à saúde. 2015. 117 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/3286
dc.description.abstractIt starts from assumption that primary health care has not been able to significantly change the model. The objective of this study was to analyze the merger of shares and public health technologies in the production of primary health care in different cities in the state of São Paulo from the perspective of Organisers of primary care. This is a descriptive and exploratory qualitative research. Study participants were the organizers of basic health care for the RRAS 13. To collect the data, we used semistructured interview technique and data analysis to thematic content analysis of Bardin. The results of this research are presented in the form of three articles, the first article, entitled "Primary Health Care: perceptions, knowledge and experience of the organizers of primary care" discussed the categories: a basic health care "is not staying on the base basic "; the articulator of primary care, professional approach and key in strengthening the link between state, county and health teams; the organizers of primary care program: a right initiative. The second article "The development of public health actions in articulating perspective of primary care" discussed the concepts that support the actions of public health; difficulties in the development of public health actions; facilitators contexts of public health actions; proposals to advance the construction and development of public health actions. The third article "public health practices in primary care" discussed collective health practices in primary care; and health surveillance practices. The results showed that the health teams have been building heterogeneously actions of public health in primary care.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEnfermagempor
dc.subjectSaúde públicapor
dc.subjectIntegralidade em saúdepor
dc.subjectSaúde coletivapor
dc.subjectAtenção primária à saúdepor
dc.subjectCompleteness in healtheng
dc.subjectPublic healtheng
dc.subjectPrimary health careeng
dc.titleAções de saúde coletiva sob a perspectiva dos articuladores da atenção básica à saúdepor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Arantes, Cássia Irene Spinelli
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4246837549578145por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3204211395230599por
dc.description.resumoParte-se do pressuposto de que a atenção primária não tem conseguido modificar significativamente o modelo de atenção à saúde. O objetivo deste estudo foi analisar a incorporação de ações e tecnologias de saúde coletiva na produção da atenção primária à saúde em diferentes municípios do estado de São Paulo sob a perspectiva dos Articuladores da Atenção Básica. Trata-se de pesquisa qualitativa descritivo-exploratória. Os participantes do estudo foram os articuladores da atenção básica à saúde da RRAS 13. Para a coleta dos dados, foi utilizada a técnica de entrevista semiestruturada e para a análise dos dados a análise de conteúdo temática de Bardin. Os resultados desta pesquisa estão apresentados na forma de três artigos, O primeiro artigo, intitulado Atenção primária à saúde: percepções, saberes e experiências dos articuladores da atenção básica discutiu as categorias: a atenção básica à saúde não é ficar no básico do básico ; o articulador da atenção básica, profissional chave na aproximação e fortalecimento do vinculo entre estado, município e equipes de saúde; o programa de articuladores da atenção básica: uma iniciativa acertada. O segundo artigo O desenvolvimento de ações de saúde coletiva na perspectiva de articuladores da atenção básica discutiu as concepções que sustentam as ações de saúde coletiva; dificuldades para o desenvolvimento de ações de saúde coletiva; contextos facilitadores das ações de saúde coletiva; propostas para avançar na construção e desenvolvimento de ações de saúde coletiva. O terceiro artigo Práticas de saúde coletiva na atenção primária discutiu sobre práticas de saúde coletiva na atenção básica; e práticas de Vigilância em saúde. Os resultados evidenciaram que as equipes de saúde na atenção básica ainda atuam orientadas em grande parte pela rivalidade entre ações individuais e coletivas e pelo saber biologista. Os articuladores conseguiram identificar e reconhecer alguns contextos facilitadores e alguns dos elementos da saúde coletiva na prática das equipes na atenção básica. Assim como, faz-se necessário insistir na concepção e criação de novas estratégias e novas formas de produzir saúde, onde gestão, equipes de saúde, outros setores e a população se integrem para alcançar dita produção.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Enfermagempor
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record