Show simple item record

dc.creatorMartins, Ana Lúcia Pio
dc.date.accessioned2016-06-02T20:19:03Z
dc.date.available2007-07-04
dc.date.available2016-06-02T20:19:03Z
dc.date.issued2004-02-06
dc.identifier.citationMARTINS, Ana Lúcia Pio. Estudo das propriedades reológicas do muco brônquico de pacientes sob fisioterapia respiratória.. 2004. 85 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/5196
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectFisioterapia respiratóriapor
dc.subjectHipersecreçãopor
dc.subjectReologiapor
dc.subjectMucopor
dc.subjectViscoelasticidadepor
dc.titleEstudo das propriedades reológicas do muco brônquico de pacientes sob fisioterapia respiratória.por
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Costa, Dirceu
dc.contributor.advisor1Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4787529A4por
dc.creator.Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4764739D5por
dc.description.resumoPacientes que apresentam doenças pulmonares hipersecretivas muito se beneficiam das técnicas de Fisioterapia Respiratória (FR). No entanto, o efeito destas no muco brônquico não está completamente elucidado. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi analisar amostras de muco brônquico de pacientes com hipersecreção brônquica submetidos à FR, sendo avaliadas as propriedades reológicas, o volume expectorado, o Índice de Purulência (IP) do muco e as variáveis fisiológicas mensuradas. O procedimento experimental constou de 3 sessões consecutivas de FR com protocolo de 7 minutos de inalação com soro fisiológico e terapia de higiene brônquica através de Drenagem Postural, Tapotagem, Aceleração do Fluxo Expiratório (AFE) e uso do aparelho Flutter®, encerrando com mais 7 minutos de inalação. Foi coletado muco expectorado de 9 pacientes __ antes do tratamento e após cada sessão de FR. O muco coletado foi armazenado em ependorfs e conservado a -20o C. As medidas reológicas foram realizadas no reômetro Dynamic Stress Rheometer AR 1000N, com a ferramenta placa paralela. O teste foi realizado a uma deformação constante de 0,01 Pa, em uma faixa de freqüência de 1 a 20 Hz, com temperatura fixa de 37o C. Foram obtidos valores de G (módulo elástico), G (módulo viscoso), η (viscosidade dinâmica), η* (viscosidade complexa) e tan δ (razão entre módulo viscoso e módulo elástico) sendo que, para a análise estatística, foram utilizados valores observados nas freqüências de 1, 2, 10, 16 e 20 Hz. Os resultados foram analisados segundo o teste de Friedman, de Wilcoxon e o coeficiente de correlação de Spearman (p≤0,05). Na análise dos parâmetros reológicos foi possível observar que G e η* caíram significativamente no 2o e 3o dias de tratamento em relação ao pré-tratamento em todas as freqüências analisadas. O único parâmetro que não sofreu modificação significativa no decorrer dos dias de tratamento, em nenhuma das freqüências estabelecidas, foi o tan δ. O volume de muco obtido pré-tratamento foi significativamente menor se comparado aos outros. E no que se refere ao IP, este reduziu significativamente no 3o dia em relação aos demais. O IP mostrou uma relação de dependência com parâmetros reológicos do muco coletado no 1o e no 2o dias, sendo a mais alta a 20 Hz, com G (r = 0,91). Durante as sessões de FR, a SpO2 aumentou significativamente com o uso do Flutter®, permanecendo elevada na manobra de AFE, enquanto a FC se manteve similar no decorrer do procedimento. Das medidas realizadas antes e após a intervenção, houve diferença significativa apenas no PF do 2o dia, em que a medida final (245 ± 95,02) foi maior que a inicial (230 ± 94,21). Concluímos que houve melhora no perfil reológico do muco coletado após intervenção fisioterapêutica, no 2o e no 3o dias de tratamento. O IP caiu significativamente no 3o dia de intervenção. Além disso, ocorreu uma maior expectoração de muco em relação ao pré-tratamento.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Fisioterapiapor
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record