Show simple item record

dc.creatorFacioli, Lara Roberta Rodrigues
dc.date.accessioned2017-06-28T08:57:02Z
dc.date.available2017-06-28T08:57:02Z
dc.date.issued2017-03-07
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/8892
dc.description.abstractThis dissertation seeks to understand what I call the aspiration horizons of women from brazilian popular classes and how the access to digital media allows a sociality around the negotiation of the limits and possibilities of such horizons. The objective was to show the context of housing, leisure and work of the subjects, in order to understand that the digital media are mobilized according to social relations established beyond them. This work is in agreement with the theories of the social modeling of technology to understand that both the nature of digital media and the needs and desires of users shape the meaning and utility of a technology in a given historical moment and context. In this sense, technologies are used according to social class relations, gender, sexuality, generational issues, among other aspects that need to be understood. In the same way, the media interfere in the daily life of the subjects, transforming their relations and, sometimes, increasing the possibility of access to diverse cultural repertoires. The empirical field was built on the Internet through Social Networking Service Platforms such as Facebook and Whatsapp, seeking to observe the network sociality of women in the research, their postings, shares, likes and exposure dynamics; outside of the Internet, I did an ethnography in the Baixada Fluminense and in the popular classes of the West Zone of Rio de Janeiro in order to access their daily lives, their places of residence, their structure of access to technology, their circulation throughout the city and their moments of recreation.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectMídias digitaispor
dc.subjectHorizontes de aspiraçãopor
dc.subjectGêneropor
dc.subjectClasse socialpor
dc.subjectRepertórios culturaispor
dc.subjectDigital mediaeng
dc.subjectAspiration horizonseng
dc.subjectGendereng
dc.subjectSocial classeng
dc.subjectCultural repertoireseng
dc.titleMídias digitais e horizontes de aspiração : um estudo sobre a comunicação em rede entre mulheres das classes populares brasileiraspor
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Escudeiro, Richard Miskolci
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1623888309974862por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0342941917131063por
dc.description.resumoEsta tese busca compreender o que chamo de horizontes de aspiração das mulheres das classes populares brasileiras e de que forma o acesso às mídias digitais permitem uma socialidade em torno da negociação dos limites e possibilidades de ampliação de tais horizontes. O objetivo consistiu em mostrar o contexto de moradia, lazer e trabalho dos sujeitos da pesquisa, de forma a compreender que as mídias digitais são mobilizadas de acordo com relações sociais estabelecidas para além delas. Este trabalho se mostra de acordo com as teorias da modelagem social da tecnologia que nos ajudam a compreender que tanto a natureza da mídia como as necessidades e desejos dos usuários moldam o significado e a utilidade de um determinado meio digital em um dado momento histórico e contexto. Nesse sentido, as tecnologias são usadas de acordo com relações de classe social, gênero, sexualidade, questões geracionais, dentre outros aspectos que precisam ser entendidos. Da mesma forma, as mídias interferem no cotidiano dos sujeitos, transformando suas relações e, por vezes, ampliando a possibilidade de acesso à repertórios culturais diversos. O campo empírico foi construído, na internet, por meio de Plataformas de Serviços de Redes Sociais como o Facebook e Whatsapp com vistas a observar a socialidade em rede das mulheres da pesquisa, suas postagens, compartilhamentos, curtidas e dinâmicas de exposição; fora da internet realizei etnografia na Baixada Fluminense e em regiões de classes populares da Zona Oste do Rio de Janeiro de forma a acessar os cotidianos dessas pessoas, seus locais de moradia, sua estrutura de acesso à tecnologia, sua circulação pela cidade e seus momentos de lazer.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Sociologia - PPGSpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIApor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record