Show simple item record

dc.creatorStorch, Izabella Sant'Ana
dc.date.accessioned2018-05-15T19:19:45Z
dc.date.available2018-05-15T19:19:45Z
dc.date.issued2018-03-02
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/10028
dc.description.abstractCement consumption at global level increases gradually, so too grows the environmental degradation that the construction generates. In this scenario, the search for rationalization of materials becomes important. Self-compacting concrete with low consumption of cement (SCCLCC) part of the concept to achieve sustainability in construction, as it provides longevity of deposits of raw materials and reduction in emission of CO2. Being self-compacting, confers on this concrete characteristics in its fresh state, such as: resistance to segregation, passing ability, fluidity and workability. In order to check the use of SCCLCC as a structural concrete, this research assessing the influence of low cement consumption in relation to the bond behavior between steel bar and concrete. Therefore, this research is characterized as a theoretical and experimental study of steel-concrete bond, using SCLCC. For this study, tests were performed with pullout test following the model shown by RILEM-FIP-CEB (1973). The variables studied were: the concrete, which compared the bond behavior between reference self-compacting concrete (RSCC) and the SCCLCC, being used three doses SCCLCC with reduction of 17.5%, 20,0% and 25,0% of cement in relation to the reference concrete and, the steel bar diameter (10 mm and 16 mm). Also, compared the results of bond behavior with bond forecast for formulations of some regulatory codes and theoretical models employed in the literature scientific technique. According to the results, the bond behavior of the SCCLCC was similar or superior to the RSCC, reduced consumption of cement in concrete composition did not influence negatively the bond behavior, as well as other mechanical properties. Regarding theoretical models, there was no satisfactory convergence of the results, demonstrating the need for further studies to predict theoretically the behavior of the bond tension.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectAderênciapor
dc.subjectArrancamentopor
dc.subjectSustentabilidadepor
dc.subjectConcreto autoadensávelpor
dc.subjectBaixo consumo de cimentopor
dc.subjectBond. pull-out testeng
dc.subjectSustainabilityeng
dc.subjectSelf-compacting concreteeng
dc.subjectLow cement consumption.eng
dc.titleEstudo sobre aderência entre barras de aço e concreto autoadensável com baixo consumo de cimentopor
dc.title.alternativeStudy of the bond between steel bars and self-compacting concrete with low cement consumption.eng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Almeida Filho, Fernando Menezes de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0447825383222965por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1751836246379877por
dc.description.resumoO consumo de cimento à nível mundial aumenta gradativamente, portanto, também cresce a degradação ao meio ambiente que a construção civil gera. Nesse cenário, surge a busca pela racionalização dos materiais. O concreto autoadensável com baixo consumo de cimento (CAABCC) parte do conceito de viabilizar sustentabilidade na construção civil, pois proporciona longevidade das jazidas de matéria-prima e redução na emissão de CO2. Ser autoadensável confere a esse concreto características em seu estado fresco, tais como: resistência à segregação, habilidade de passagem, fluidez e trabalhabilidade. Com o objetivo de verificar a utilização do CAABCC como concreto estrutural, essa pesquisa avalia a influência do baixo consumo de cimento em relação ao comportamento da aderência entre a barra de aço e o concreto. Assim sendo, esta pesquisa caracteriza-se como um estudo teóricoexperimental da aderência aço-concreto. Para este estudo foram realizados ensaios do tipo arrancamento seguindo o modelo indicado pela RILEM-FIP-CEB (1973). Como variáveis estudadas, tem-se: o concreto, em que se comparou o comportamento de aderência entre o concreto autoadensável de referência (CAAR) com 434,06 kg/m³ de cimento em sua composição e o CAABCC, sendo utilizadas três dosagens de CAABCC com redução de 17,5%, 20% e 25% de cimento em sua composição, em relação ao CAAR e, o diâmetro da barra de aço (10 mm e 16 mm). Comparou-se também, os resultados desses ensaios de aderência com a previsão de aderência por formulações de alguns códigos normativos e modelos teóricos empregadas na literatura técnica-científica. De acordo com os resultados, o comportamento de aderência dos CAABCC foi similar ou superior ao CAAR, ou seja, a redução do consumo de cimento na composição do concreto não influenciou negativamente a resistência de aderência, bem como as demais propriedades mecânicas principais (resistência à compressão, resistência à tração por compressão diametral e módulo de elasticidade dinâmico e estático). Com relação aos modelos teóricos, não houve uma convergência dos resultados satisfatória, demonstrando a necessidade de maiores estudos para se prever teoricamente o comportamento da tensão de aderência.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Estruturas e Construção Cívilpor
dc.subject.cnpqENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVIL::CONSTRUCAO CIVILpor
dc.subject.cnpqENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVIL::ESTRUTURASpor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record