Mostrar registro simples

dc.creatorCorrêa, Mikaela da Silva
dc.date.accessioned2019-01-09T16:35:50Z
dc.date.available2019-01-09T16:35:50Z
dc.date.issued2018-11-29
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/10826
dc.description.abstractPelvic floor muscle training is encouraged during pregnancy for the prevention of pelvic floor muscle dysfunctions. It is known that the contraction and training of others small muscle groups can cause changes in the autonomic nervous system (ANS) modulation, but this was not verified regarding the pelvic floor muscles (PFM). In pregnancy, cardiovascular autonomic responses to different stimuli may present differences in relation to non-pregnant individuals, due to adaptations of this period. Different analyzes and standardized stimuli provide complementary information on the functioning of ANS, which is not yet fully elucidated during pregnancy. This study consists of two manuscripts with the following aim: Study 1: To evaluate the response of the cardiovascular autonomic modulation to the postural change through different analyzes in the second trimester of pregnancy. Study 2: to evaluate if there is alteration in the cardiovascular autonomic modulation after the contraction of the PFM in pregnant, and if there is effect of the PFM training in the cardiovascular autonomic modulation at rest during pregnancy. Study 1 was a cross-sectional study where we evaluated the response of heart rate (HRV) and blood pressure variabilities (BPV) and baroreflex sensitivity (BRS) to postural change in pregnancy at the 18th week, and not pregnant women of the same range age. In study 2, we evaluated the HRV, BPV and BRS response after a series of PFM contractions in 18-week pregnant. The pregnant were divided into 2 groups, in which one performed PFM training from the 20th to the 35th week of pregnancy, and one control group without training. In the 36th week, HRV, BPV and BRS were compared at rest of the two groups. Conclusions: In study 1 we verified that HRV, parasympathetic modulation and BRS are reduced in pregnant at rest, while the complexity of HRV and BPV is maintained. The responses to postural change occur in the same direction with some differences, such as lower proportion in relation to vagal withdrawal and sympathetic activation. In study 2, we verified that there was no change in HRV, BPV and SBR after a series of PFM contractions, and that pregnant presented lower blood pressure (BP) and sympathetic modulation of BP, and higher BRS at 36 weeks of pregnancy compared to untrained pregnant women.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectGravidezpor
dc.subjectSistema nervoso autônomopor
dc.subjectSistema cardiovascularpor
dc.subjectBarorreflexopor
dc.subjectTreinamentopor
dc.subjectPregnancyeng
dc.subjectAutonomic nervous systemeng
dc.subjectCardiovascular systemeng
dc.subjectBaroreflexeng
dc.subjectTrainingeng
dc.titleResposta da modulação autonômica cardiovascular à mudança postural, contração e treinamento da musculatura do assoalho pélvico em gestantespor
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Driusso, Patricia
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8898319491890063por
dc.contributor.advisor-co1Catai, Aparecida Maria
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5801652590531684por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3066885311221231por
dc.description.resumoO treinamento da musculatura do assoalho pélvico é indicado durante a gestação para a prevenção de disfunções da musculatura do assoalho pélvico (MAP). Sabe-se que a contração e treinamento de pequenos grupos musculares pode causar alterações na modulação do sistema nervoso autônomo, mas isso não foi verificado quanto à musculatura do assoalho pélvico. Nas gestantes, as respostas autonômicas cardiovasculares a diferentes estímulos podem apresentar diferenças em relação a indivíduos não gestantes, devido a adaptações decorrentes da gestação. Diferentes análises e estímulos padronizados trazem informações complementares sobre o funcionamento do SNA, que ainda não está totalmente elucidado na gestação. Esta tese consta de dois estudos com os seguintes objetivos: Estudo 1: Avaliar a resposta da modulação autonômica à mudança postural através de diferentes análises no segundo trimestre de gestação. Estudo 2: avaliar se há alteração na modulação autonômica cardiovascular após a contração da MAP em gestantes, e se há efeito do treinamento da MAP na modulação autonômica cardiovascular em repouso durante a gestação. O Estudo 1 foi um estudo transversal, onde avaliamos a resposta da variabilidade da frequência cardíaca (VFC), da pressão arterial (VPA) e da sensibilidade barorreflexa (SBR) à mudança postural em gestantes na 18ª semana de gestação e não gestantes da mesma faixa etária. No estudo 2, avaliamos a resposta da VFC, VPA e SBR após uma série de contrações da MAP em gestantes com 18 semanas. As a gestantes foram distribuídas em 2 grupos, no qual um realizou o treinamento da MAP da 20ª à 35ª semana de gestação, e um grupo controle sem treinamento. Na 36ª semana foram comparadas a VFC, VPA e SBR em repouso dos dois grupos. Conclusões: No estudo 1 verificamos que a VFC, modulação parassimpática e SBR está reduzida nas gestantes ao repouso, enquanto a complexidade da VFC e VPA está mantida. As respostas à mudança postural ocorrem no mesmo sentido com algumas diferenças, como menor proporção em relação à retirada vagal e ativação simpática. No estudo 2 verificamos que não há alteração da VFC, VPA e SBR após uma série de contração da MAP, e que gestantes treinadas apresentaram menor PA e maior SBR na 36ª semana de gestação em comparação a gestantes não treinadas.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Fisioterapiapor
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONALpor
dc.description.sponsorshipIdCAPES: Código de Financiamento 001por
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples