Mostrar registro simples

dc.creatorAlbertin, Lucélia Maria
dc.date.accessioned2016-06-02T19:22:01Z
dc.date.available2007-11-22
dc.date.available2016-06-02T19:22:01Z
dc.date.issued2007-08-16
dc.identifier.citationALBERTIN, Lucélia Maria. Efeito do ultra-som pulsado de baixa intensidade sobre fêmur de ratas ovariectomizadas.. 2007. 98 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2007.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/1200
dc.description.abstractOsteoporosis is a metabolic disease characterized by the damage of the bone strength due to the integration of bone density, expressed by the quantity of mineral material by bone area and volume, and the bone quality related to bone architecture, remodeling and mineralization. It is a disease that induces bone fragility and fracture spinal column and in the femur, where trabecular bone are predominant. The osteoporotic fractures are responsible by great morbidity and mortality, therefore representing a great public health problem. Studies with alternative non pharmacological treatments have been proposed and one of them is the pulsed ultrasound with low intensity (US). It is well known its osteogenic effect as a mechanical stimulus in isolates cells and bone fractures. However, these effects are not completely explained in the osteoporosis. Also, studies with aim to avoid the osteopenia with mechanical stimulus as US are rare. Therefore, the present study had the objective to analyze the effect of US (30 mw/cm2 SATA, 200µs pulse width, 1 KHz of frequency of repetition and frequency of 1.5 MHz) in femur of rats. The ovariectomized Wistar rats were used as animal model of experimental osteoporosis. Biomechanical, physical and histomorphometric parameters were analyzed. The treatment began 24h after ovariectomy, 5 days/week, during 8 weeks. Female rats with 4 months of age were divides in 6 experimental groups: US 30 and US 20 - OVX rats US stimulated during 30 and 20 minutes; Sham 30 and Sham 20 OVX rats US sham stimulated; Intact 30 and Intact20 intact rats US sham stimulated. The efficacy of the osteopenia model induced by ovariectomy was demonstrated by the physical, biomechanical and histomorphometric parameters. These parameters also showed that US was not efficiency to avoid the bone microarchiteture deterioration induced by castration.
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Sao Carlos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectOsteoporosepor
dc.subjectOssopor
dc.subjectMedicina experimental - ratopor
dc.subjectUltra-sompor
dc.subjectBone
dc.subjectOsteoporosis
dc.subjectOsteopenia
dc.subjectUltrasound
dc.subjectRat
dc.titleEfeito do ultra-som pulsado de baixa intensidade sobre fêmur de ratas ovariectomizadas.por
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Nonaka, Keico Okino
dc.contributor.advisor1Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4781719U9por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8533605259639231por
dc.description.resumoA osteoporose é uma doença metabólica que se caracteriza pelo comprometimento da resistência óssea, conseqüência da integração de dois fatores: a densidade óssea expressa pela quantidade de material mineral por área ou volume ósseo e a qualidade óssea relativa a arquitetura, remodelamento e mineralização óssea com conseqüente aumento da fragilidade óssea e susceptibilidade a fraturas. As fraturas osteoporóticas são freqüentes no punho, na coluna tóraco-lombar e no fêmur, isto é, em áreas do esqueleto com predomínio de osso trabecular. Elas determinam grande morbidade e mortalidade, com repercusões sócioeconômicas, sendo assim um grande problema de saúde pública. Estudos têm sido elaborados propondo tratamentos alternativos, não farmacológicos, dentre eles o ultra-som pulsado de baixa intensidade que já tem estabelecido seu efeito osteogênico, como estímulo mecânico, em células isoladas e fraturas ósseas. Porém, em osteoporose estes efeitos não estão totalmente esclarecidos, como também são escassos os estudos com o objetivo de evitar a osteopenia através de estímulos mecânicos tais como o ultra-som. Para tanto, o presente estudo teve como objetivo analisar a atuação do ultra-som pulsado de baixa intensidade (30mw/cm2- SATA, largura de pulso de 200µs, freqüência de repetição e 1,0 KHz e freqüência de 1,5 MHz) em fêmur de ratas Wistar ovariectomizadas (OVX), utilizadas como modelo de osteoporose experimental, através da análise de parâmetros biomecânicos, físicos e histomorfométricos. O tratamento iniciou 24 h após a ovariectomia por 5 dias/semana com a duração de 30 e 20 minutos durante 8 semanas. Ratas Wistar com 4 meses de idade foram divididas em 6 grupos experimentais: Grupos US 30 e US 20 ratas OVX que receberam estimulação ultrassônica durante 30 e 20min. respectivamente; Grupo Sham 30 e Sham 20 ratas OVX estimuladas por 30 e 20 min. respectivamente porém, com o aparelho de ultra-som desligado; Grupo Intacto 30 e Intacto 20 ratas não ovariectomizadas, estimuladas por 30 e 20 min respectivemente, com o aparelho de ultra-som desligado. A eficácia do modelo de osteopenia induzida pela ovariectomia ficou demonstrada através da análise das propriedades biomecânicas, físicas e histomorfométricas. Esta investigação evidenciou também a não atuação do ultra-som pulsado de baixa intensidade evitando mudanças da microarquitetura dos ossos osteopênicos.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciências Fisiológicaspor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::FISIOLOGIApor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples