Show simple item record

dc.creatorZanetti, Pedro Henrique
dc.date.accessioned2020-02-03T17:21:58Z
dc.date.available2020-02-03T17:21:58Z
dc.date.issued2019-06-17
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/12214
dc.description.abstractThe feeling of (un) security as an object of study in the social sciences and psychology is a vast field for investigation of causes and consequences. In this work the investigation is conducted from the point of view of the Theory of Subjective Welfare and the Economic Theory of Crime. Crime causes direct effects (victimization, for example) and indirect effects (such as preventing victimization and feeling insecure). The indicators of economic development, work and occupation, education, past victimization occurrence and quality of life are widely approached and used in the developed models. In the first chapter there is an approach to the sense of security at the individual level, using a multinomial logit model. The conclusion of the study brings to light the determinants of the sense of security. In the second chapter there is an approach of the macro environment through the use of spatial econometrics. The sensation of security variables are aggregated for each Brazilian State and the state indicators of income, work and quality of life are used in order to analyze the spatial relationship between these variables.por
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectSensação de Segurançapor
dc.subjectSense of Securitypor
dc.subjectBem-estar Subjetivopor
dc.subjectSubjective Welfarepor
dc.subjectEconomia do Crimepor
dc.subjectEconomics of Crimepor
dc.titleCausas econômicas da sensação de (in)segurança: abordagem do macro e micro ambientepor
dc.title.alternativeEconomic causes of (un)security feeling: macro and micro environment approachpor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Ferro, Andrea Rodrigues
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3432809140419477por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1677969941993051por
dc.description.resumoA sensação de (in)segurança como objeto de estudo das ciências sociais e da psicologia é um campo vasto para investigação de causas e consequências. Neste trabalho a investigação é realizada sob o ponto de vista da Teoria do Bem-estar subjetivo e da Teoria Econômica do Crime. A criminalidade causa efeitos diretos (vitimização, por exemplo) e indiretos (como a prevenção à vitimização e a sensação de insegurança). Os indicadores de desenvolvimento econômico, trabalho e ocupação, educação, ocorrên/cia de vitimização passada e qualidade de vida são amplamente abordados e utilizados nos modelos desenvolvidos. No primeiro capítulo há uma abordagem da sensação de segurança a nível do indivíduo, por meio da utilização de um modelo logit multinomial. A conclusão do estudo traz à luz os determinantes da sensação de segurança. No segundo capítulo há uma abordagem do ambiente macro por meio da utilização de econometria espacial. As variáveis de sensação de segurança são agregadas para cada Estado Brasileiro e os indicadores estaduais de renda, trabalho e qualidade de vida são utilizados a fim de analisarmos a relação espacial entre essas variáveis.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Economia - PPGEc-Sopor
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApor
dc.publisher.addressCâmpus Sorocabapor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil