Show simple item record

dc.creatorBachega, Luciana Ruggiero
dc.date.accessioned2020-06-17T20:10:34Z
dc.date.available2020-06-17T20:10:34Z
dc.date.issued2019-12-13
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/12908
dc.description.abstractDeforestation of native forests results in changes in the ecological functions of terrestrial ecosystems such nutrient cycling. Riparian forests link terrestrial and aquatic environments and thus play an important role in the functioning biogeochemical cycles. The litter-soil layer is the main driver of the nutrient cycling and its return to the system through decomposition, which is the mineralization of organic matter. This process is performed by microorganisms and is affected by litter chemical composition, the environmental conditions of temperature and humidity, and soil attributes, including physical and chemical attributes. Thus, parameters such as litter decomposition and soil properties like fertility and microbial community can be used to indicate ecosystem recovery. This study aimed to evaluate the litter-soil layer in riparian forest reforestation areas as a parameter to evaluate ecological succession in watersheds in reforested streams in the region of São Carlos. Six reforested areas and two control areas were selected for monitoring litter deposition, decomposition and chemical composition. The vegetation structure and soil attributes in these areas were also evaluated and characterized. The vegetation structure presented a good fit with soil properties in the soil litter layer. Thus, the ecosystem service of nutrient cycling in riparian forests is restored as vegetation develops. The results of this study can contribute to indicate parameters for the implementation of future restoration projects and for the better management of restored areaseng
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectRestauração ecológicapor
dc.subjectFertilidade do solopor
dc.subjectMicrobiologia do solopor
dc.subjectDecomposiçãopor
dc.subjectSerapilheirapor
dc.subjectEcological restorationeng
dc.subjectSoil fertilityeng
dc.subjectSoil microbial communityeng
dc.subjectLitter decompositioneng
dc.titleA camada serapilheira-solo em áreas de reflorestamento de matas ciliarespor
dc.title.alternativeLitter-soil layer in riparian forests under restored processeng
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Tanaka, Marcel Okamoto
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2768658925977757por
dc.contributor.advisor-co1Souza, Andréa Lúcia Teixeira de
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5216112068627151por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2002551549073090por
dc.description.resumoO desmatamento da cobertura vegetal nativa altera as funções ecológicas dos ecossistemas terrestres, entre as quais a ciclagem de nutrientes. As matas ciliares atuam como ligação entre o ambiente terrestre e o aquático e, assim, possuem importante papel no funcionamento dos ciclos biogeoquímicos. A camada serapilheira-solo é a principal responsável pela ciclagem de nutrientes e retorno destes para o sistema através da decomposição, que é a mineralização da matéria orgânica com a quebra dos compostos orgânicos em inorgânicos. Este processo é realizado por microrganismos, sendo dependente da composição química do substrato vegetal, das condições ambientais de temperatura e umidade, e das condições do solo, incluindo atributos físicos e químicos. Assim, pode-se utilizar como parâmetros de recuperação de um ecossistema a decomposição da serapilheira e os atributos do solo de fertilidade e a comunidade microbiana. O presente projeto teve como objetivo avaliar a camada serapilheira-solo em áreas de reflorestamento de matas ciliares como parâmetro de avaliação de sucessão ecológica em microbacias com trechos de riachos reflorestados na região do município de São Carlos. Para tanto, foram selecionadas seis áreas reflorestadas e duas áreas controle para o monitoramento da deposição, decomposição e composição química da serapilheira, sendo também avaliadas e caracterizadas a estrutura da vegetação e os atributos do solo nestas áreas. A estrutura da vegetação foi considerada um bom critério para avaliação da restauração das propriedades da camada serapilheira solo. Assim, o serviço ecossistêmico de ciclagem de nutrientes em florestas ripárias é restaurado à medida que a vegetação é estruturada. Esses resultados deste estudo permitem indicar parâmetros para a implementação dos futuros projetos de restauração e para o melhor manejo das áreas restauradas.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Ambientais - PPGCAmpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIApor
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 2015/14785-5por
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 2017/26019-0por
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil