Show simple item record

dc.creatorRodrigues, Maria Fernanda Cury
dc.date.accessioned2016-06-02T19:22:56Z
dc.date.available2012-09-13
dc.date.available2016-06-02T19:22:56Z
dc.date.issued2011-09-16
dc.identifier.citationRODRIGUES, Maria Fernanda Cury. Efeitos do treinamento resistido sobre o estresse oxidativo no fígado de ratas ovariectomizadas. 2011. 81 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/1343
dc.description.abstractEstrogen deficiency is associated with increased oxidative stress (OS), which in turn is involved in the physiopathology of diseases such as fatty liver disease (NAFLD). Resistance training (RT) may reduce the oxidative damage by promoting an up-regulation in the antioxidant defence system. Therefore, this study aimed to assess the effects of RT on OS markers in the liver of ovariectomized rats (Ovx). Adult Sprague-Dawley rats were divided into four groups (n = 8 per group): sham-operated sedentary (Sham-Sed), ovariectomized sedentary (Sed-Ovx), sham-operated resistance training (Sham-Rt) and ovariectomized resistance training (Ovx-Rt). During a 10-week RT period, the animals climbed a 1.1 m vertical ladder with weights attached to their tails; the sessions were performed three times a week, with 4-9 climbs and 8-12 dynamic movements per climb. The OS was measured by levels of reduced glutathione (GSH) and oxidized glutathione (GSSG), the enzymatic activity of catalase (CAT) and superoxide dismutase (SOD), the lipid peroxidation (LP), the concentration of vitamin E and gene expression of glutathione peroxidase (GSH-Px). The estrogen deficiency associated with Ovx decreased in the GSH/GSSG ratio (28%), vitamin E concentration (45%), and gene expression of GSH-Px (49%). Moreover, the training induced negative changes in the hepatic anti-oxidative/oxidative balance, as evidenced by the increased TBARS levels (30%), as well as decreased GSH/GSSG ratio (19%) and vitamin E concentration (35%). These data indicate that the RT program adopted did not reverse the hepatic oxidative damage caused by Ovx; indeed, it increased hepatic OS.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectFisiologiapor
dc.subjectOvariectomiapor
dc.subjectTreinamento resistidopor
dc.subjectEstresse oxidativopor
dc.subjectEsteatose hepáticapor
dc.subjectAntioxidantespor
dc.subjectEstrogeneng
dc.subjectResistance exerciseeng
dc.subjectOxidative damageeng
dc.subjectHepatic steatosiseng
dc.titleEfeitos do treinamento resistido sobre o estresse oxidativo no fígado de ratas ovariectomizadaspor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Perez, Sergio Eduardo de Andrade
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9408953831211309por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8239825852579803por
dc.description.resumoA deficiência de estrogênio está associada ao aumento do estresse oxidativo (EO), que por sua vez, está envolvido na fisiopatologia de doenças como a esteatose hepática (EH). O treinamento resistido (TR) pode diminuir o dano oxidativo ao promover uma regulação ascendente no sistema de defesa antioxidante. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos do TR em marcadores do EO no fígado de ratas ovariectomizadas (Ovx). Ratas Sprague-Dawley adultas foram divididas em 4 grupos (n = 8 por grupo): sham operado sedentário (Sham-Sed), Ovx sedentário (Ovx-Sed), Sham-Tr e Ovx-Tr. Durante o período de 10 semanas, os animais escalaram uma escada vertical de 1,1 m com pesos atados em suas caudas. As sessões foram realizadas três vezes na semana, com 4-9 escaladas por sessão de treino. O EO foi avaliado por meio dos níveis de glutationa reduzida (GSH) e oxidada (GSSG), atividade enzimática da catalase (CAT) e superóxido dismutase (SOD), peroxidação lipídica (PL), concentração de vitamina E e expressão gênica da glutationa peroxidase (GSH-Px). A deficiência de estrogênio associada à Ovx diminuiu a relação (GSH/GSSG) (28%), concentração de vitamina E (44,7%), expressão gênica da GSH-Px (49%). Por sua vez, o TR induziu mudanças negativas no balanço antioxidativo/oxidativo hepático como evidenciado pelo aumento dos níveis de TBARS (30%), bem como diminuição da razão GSH/GSSG (19%) e concentração de vitamina E (35%). Estes dados indicaram que o treinamento resistido adotado não reverteu o dano oxidativo hepático causado pela OVx, e além disso, aumentou o estresse oxidativo hepático.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciências Fisiológicaspor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::FISIOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record