Show simple item record

dc.creatorSilva, Danilo Balthazar
dc.date.accessioned2016-06-02T19:31:51Z
dc.date.available2010-07-26
dc.date.available2016-06-02T19:31:51Z
dc.date.issued2010-06-11
dc.identifier.citationSILVA, Danilo Balthazar. Variação espacial e temporal de uma taxocenose de caprelídeos (Crustacea: Amphipoda) em um ecossistema subtropical sujeito à poluição por hidrocarbonetos de petróleo. 2010. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/1997
dc.description.abstractThe petroleum demand, as so as the commerce of its derivates, has caused the introduction of these compounds in marine ecosystems. The transportation and the extraction of petroleum cause severe accidents, impacting coastal ecosystems through a lot of ways. Sargassum beds are very abundant and important to the maintenance of ecological processes in coastal regions. In Sargassum beds the infraorder Amphipoda is one of the most abundant taxonomic groups. Some amphipods species are considered important bioindicators of petrogenic pollution. The Amphipoda Caprellidae shows a high species diversity, and some species are considered strong bioindicators of anthropological impacts. Thus, it can be supposed that, given their potential as bioindicators, caprellids significantly respond to an oil pollutants gradient, as so as others amphipods. The São Sebastião Channel is located at the Brazilian southeastern coast. Oil vessels accidents are among the anthropological impacts in that area. The present study has two chapters. The first one brings evidences of caprellids taxocoenosis structure in a gradient of oil pollutants. The second describes a pattern of temporal variation of caprellids trophic groups. The results suggest that petrogenic pollutants affect caprellids species richness and evenness on the studied scales. A significant pattern of temporal variation was observed in the density of detritivores and omnivores. The results indicate a seasonal segregation in the density of the two groups.eng
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Minas Gerais
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectBiologia marinhapor
dc.subjectPoluiçãopor
dc.subjectAlgapor
dc.subjectCrustáceopor
dc.titleVariação espacial e temporal de uma taxocenose de caprelídeos (Crustacea: Amphipoda) em um ecossistema subtropical sujeito à poluição por hidrocarbonetos de petróleopor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Tanaka, Marcel Okamoto
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2768658925977757por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9733801046106862por
dc.description.resumoA demanda por derivados de petróleo tem causado a introdução deste composto em ecossistemas marinhos. Os processos de transporte e extração muitas vezes causam graves acidentes, impactando ecossistemas costeiros através de diversas maneiras. Em regiões costeiras bancos da alga parda Sargassum são muito abundantes e importantes para a manutenção de processos ecológicos. Nestes bancos a infraordem Amphipoda é um dos grupos mais importantes em termos de abundância. Algumas de suas espécies já foram sugeridas como bioindicadoras de poluição petrogênica. Dentre os Amphipoda, destaca-se a família Caprellidae. Este grupo apresenta uma alta diversidade de espécies e algumas destas são consideradas como relevantes bioindicadoras de pressões antrópicas. Desta forma, é crível supor que, dado seu potencial como bioindicadores, caprelídeos respondem de maneira significativa a um gradiente de poluição petrogênica, assim como outros anfípodes. Na costa sudeste do Brasil, localiza-se o Canal de São Sebastião. Dentre as pressões antrópicas que impactam esta área se destacam os acidentes com embarcações petrolíferas. A presente dissertação é composta por dois capítulos. O primeiro procura evidenciar a estrutura de taxocenoses de caprelídeos em meio a um gradiente de hidrocarbonetos de petróleo no Canal de São Sebastião. O segundo tem como objetivo descrever e estabelecer um padrão de variação temporal para os grupos tróficos de caprelídeos. Os resultados mostram que poluentes petrogênicos afetam a riqueza e a eqüitatividade de espécies nas escalas estudadas. Foi observado ainda um significativo padrão de variação temporal para a densidade de detritívoros e onívoros. Além disso, os resultados sugerem uma segregação sazonal na densidade dos dois grupos.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ecologia e Recursos Naturaispor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record