Show simple item record

dc.creatorSandor, Elizane Regina Santos
dc.date.accessioned2016-06-02T19:48:18Z
dc.date.available2011-10-06
dc.date.available2016-06-02T19:48:18Z
dc.date.issued2011-07-07
dc.identifier.citationSANDOR, Elizane Regina Santos. Paralisia cerebral: repercussões no contexto familiar. 2011. 121 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/3232
dc.description.abstractCerebral Palsy (CP) is a chronic condition that affects the motor development and posture of the child, often accompanied by disorders in speech, hearing, cognition, sensory perception, among others. This situation is responsible for changes and limitations in daily activities of children requiring adaptations by the family that plays a fundamental role in the rehabilitation process of children with CP, and partner and co-responsibility in child care. This study aims to evaluate the experience of families of children with CP treated at an outpatient child and investigate the impact of chronic disease in children in the family context. This is a qualitative study, which adopted the theoretical Symbolic Interactionism (SI). The study site was a specialized unit in the care of children in a midsize city in the interior of São Paulo state. To collect data we used an instrument composed of two parts: the first part consisted in gathering information related to family composition and sociodemographic conditions of the members, the second part featured questions relating to the experience of family in the PC in the family context. The interviews with family members were recorded and transcribed. The content analysis and thematic Bardin, was the technique adopted for data analysis. We apprehend this study that the PC has a significant effect on the family and among those experiences, which leaves the family more un easy is the lack of support emotional/instrumental from professionals and social networking. The study also identifies the urgent need of nursing care to be part of the family of the child with CP in order to add knowledge to the multidisciplinary team and care paid to redeem the family unit.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEnfermagem familiarpor
dc.subjectCriançaspor
dc.subjectDoenças crônicaspor
dc.subjectParalisia cerebralpor
dc.subjectEnfermagempor
dc.subjectFamilyeng
dc.subjectChildeng
dc.subjectCerebral palsyeng
dc.subjectNursingeng
dc.titleParalisia cerebral: repercussões no contexto familiarpor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Dupas, Giselle
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9461883918498554por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4836781036910185por
dc.description.resumoA Paralisia Cerebral (PC) é uma condição crônica que compromete o desenvolvimento motor e postural da criança, frequentemente acompanhada por desordens na fala, audição, cognição, percepção sensorial, entre outros. Esta situação é responsável por modificações e limitações nas atividades diárias da criança, demandando adaptações por parte da família, que tem papel fundamental no processo de reabilitação da criança com PC, sendo parceira e co-responsável no cuidado à criança. O presente trabalho tem, como objetivo, conhecer a experiência da família da criança com PC, atendidas em um ambulatório infantil e investigar a repercussão da doença crônica da criança no contexto familiar. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, que adotou como referencial teórico o Interacionismo Simbólico (IS). O local do estudo foi uma unidade especializada no atendimento infantil de uma cidade de médio porte do interior estado de São Paulo. Para a coleta de dados utilizou-se um instrumento composto de duas partes: a primeira parte consistiu no levantamento de informações relacionadas à composição familiar e condições sóciodemográficas dos membros; a segunda parte trazia questões referentes à vivência da família frente à PC no contexto familiar. As entrevistas realizadas com os membros familiares foram gravadas e transcritas na íntegra. A Análise de Conteúdo, modalidade temática de Bardin, foi a técnica adotada para análise dos dados. Apreendemos neste estudo que a PC tem uma repercussão significativa no contexto familiar e dentre as experiências , a que mais deixa a família intranquila é a falta de apoio emocional/instrumental por parte dos profissionais e rede social. O estudo identifica ainda a necessidade premente da enfermagem inserir-se no cuidado à família da criança com PC, visando agregar conhecimento à equipe multiprofissional e resgatar o cuidado integralizado à unidade familiar.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Enfermagem - PPGEnfpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record