Show simple item record

dc.creatorOliveira, Fernanda Ferreira Damaceno
dc.date.accessioned2016-06-02T19:48:21Z
dc.date.available2013-03-18
dc.date.available2016-06-02T19:48:21Z
dc.date.issued2013-01-22
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Fernanda Ferreira Damaceno. A luta contra a desesperança: a experiência de gestantes com HIV. 2013. 95 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2013.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/3253
dc.description.abstractThe discovery of the Human immunodeficiency virus (HIV) during pregnancy drives woman to experience prejudice, discrimination and the possibility to infect her child, promoting an existential reflection. Suffering is present, conducting to a hope experience. Hope is a dynamic and multidimensional process, focused in the possibility to achieve what is desired. Incorporate bases and force to exist, being reached in the moments of difficulty. Therefore, the routine with HIV during pregnancy connect itself to the experience of hope, for that reason the present study has hope as its component. The objective was to explore and describe hope experiences during pregnancy of woman that discovery her HIV seropositive at prenatal. This study had as theoretical reference the Symbolic Interactionism and narratives research as methodological reference. The strategy to data collection was semi-structured interview associated with hope s genogram and ecomap. It was part of this study seven pregnant women who discovered their HIV seropositivity during prenatal. The results are present and organized in the following thematic units: Life review ; be a mother , care of herself , surrender to divine intervention , social interaction and hope . The main phenomenon identified was fight against the lack of hope . It was conclude that the tendency to lack of hope is strongly present in the gestational routine of these women and that exist interactions that are hope promoters and others that restrict it. Woman try to valorize those that are hope promoter to reach what It was established as a goal in that period: contribute with her child s seronegativity.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEnfermagempor
dc.subjectGestaçãopor
dc.subjectHIV (vírus)por
dc.subjectPesquisa qualitativapor
dc.subjectEsperançapor
dc.subjectMudançapor
dc.subjectVidapor
dc.subjectPregnancyeng
dc.subjectHIVeng
dc.subjectQualitative researcheng
dc.subjectLife change eventseng
dc.titleA luta contra a desesperança: a experiência de gestantes com HIVpor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Wernet, Monika
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6056127658896265por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7291591684066479por
dc.description.resumoA descoberta do vírus da imunodeficiência humana (HIV) durante a gestação conduz a mulher a vivenciar o preconceito, a discriminação, a possibilidade de infectar o filho, promovendo com isso uma ponderação existencial. O sofrimento faz-se presente e, nesse sentido, remete à experiência da esperança. A esperança é um processo multidimensional e dinâmico, focado na possibilidade de se alcançar o que é desejado. Incorpora o alicerce e a força para existir, sendo acionada nos momentos de dificuldades. Dessa forma, o convívio com o HIV durante a gestação conecta-se à experiência da esperança, por isso o presente estudo elencou a esperança como seu componente. O objetivo foi de explorar e descrever experiências de esperança durante a gestação na mulher que descobre sua soropositividade para o HIV no pré-natal. Este estudo selecionou, como referencial teórico, o Interacionismo Simbólico e teve a pesquisa de narrativas como referencial metodológico. A estratégia de coleta de dados adotada foi a entrevista semiestruturada associada ao genograma e ecomapa de esperança. Integraram o estudo sete mulheres gestantes que descobriram sua soropositividade para o HIV no pré-natal. Os resultados estão apresentados e organizados a partir das seguintes unidades temáticas: revisão da vida ; ser mãe , cuidar de si , entrega à intervenção divina , interações sociais e esperança . O fenômeno central identificado foi A luta contra a desesperança . Concluiu-se que a tendência à desesperança faz-se fortemente presente no cotidiano gestacional dessas mulheres e que existem interações que são promotoras da esperança e outras restritoras. A mulher procura valorizar aquelas promotoras de esperança para poder alcançar o que estabeleceu como meta para este período: contribuir com a soronegatividade do filho gestado.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Enfermagempor
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record