Show simple item record

dc.creatorPegoretti, Michela Sagrillo
dc.date.accessioned2016-06-02T20:01:02Z
dc.date.available2007-08-21
dc.date.available2016-06-02T20:01:02Z
dc.date.issued2005-03-29
dc.identifier.citationPEGORETTI, Michela Sagrillo. Definição de um indicador para avaliar a acessibilidade dos alunos da zona rural às escolas da zona urbana.. 2005. 178 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2005.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/4401
dc.description.abstractThe main objective of this work was to establish an indicator to evaluate students accessibility from rural to urban areas. It involves the broad issue of rural versus urban dichotomy and the evolution of social and spatial segregation process in the cities, which reaches the rural area, isolsting it and restricting people s access to different activities. It also establishes the importance of cities accessibility improvement by rural zones inhabitants, through means of transportation, as a way of mitigating opportunity difference that reach people who live in the field, specially those who are attending school. This paper analyses the situation of rural school transportation in Brazil, identifying the most relevant attributes that interfere in the accessibility: children walking distances, travel time and characteristics of the roads and safety/comfort in the vehicles. The accessibility patterns were evaluated in regard to the trips from the residence to the bus stop (walk trip) and the trips from the bus stop to the schools (by motorized vehicles). The methodology for the research development consisted on the use of a multicriterial evaluation method, composed by four steps: attributes choice, determining attribute importance, normalization and combination. In one of these steps, a survey was made with 120 (one hundred twenty) professionals who act on education and transportation areas to evaluate the importance of the accessibility attributes and higher acceptable distance values travelled by foot and the travel time to school. The case study was developed in the city of São Carlos, where the defined indicator was applied to seven (07) transport lines in the afternoon period on the district of Água Vermelha. The final research result, generated on TransCAD, is shown by means of a map of multicriterial accessibility of the chosen region. The analyses realized about the results, prove that more distant boarding places from rural schools do not have, as a rule, lower levels of accessibility and that minimizing students walking distances from home to the boarding stops is a very important point to be considered on the planning of rural school transportation.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEngenharia dos transportespor
dc.subjectSegregação sócio-espacialpor
dc.subjectTransporte ruralpor
dc.subjectAcessibilidade - indicadorespor
dc.titleDefinição de um indicador para avaliar a acessibilidade dos alunos da zona rural às escolas da zona urbana.por
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Sanches, Suely da Penha
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3857424839674606por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4739836D9por
dc.description.resumoO objetivo desse trabalho foi definir um indicador para avaliar a acessibilidade dos alunos da zona rural às escolas da zona urbana. O trabalho aborda a problemática da dicotomia rural x urbano e a evolução do processo de segregação sócio-espacial nos municípios, que atinge a área rural, isolando-a e restringindo o acesso de seus moradores a diferentes atividades. Ele também estabelece a importância da melhoria da acessibilidade à cidade pelos residentes na zona rural, através do sistema de transportes, como forma de mitigar as diferenças de oportunidades que atingem os moradores do campo, em especial aqueles em idade escolar. Além disso, analisa a situação do transporte rural escolar no Brasil, identificando os principais atributos que interferem na acessibilidade: distância percorrida a pé pelas crianças, tempo de viagem no veículo, características da rede viária e conforto/segurança no veículo. Considerou-se, para isso, os deslocamentos casa ponto de embarque (feito a pé) e ponto de embarque escola (feito por modos motorizados). A metodologia para o desenvolvimento da pesquisa consistiu na utilização do modelo de avaliação multicriterial, composto de quatro fases: escolha dos atributos, determinação dos pesos dos atributos, normalização e combinação. Para a determinação dos pesos relativos dos atributos de acessibilidade e dos valores máximos admissíveis de distância percorrida a pé e de tempo de viagem até à escola, realizou-se uma pesquisa com 120 profissionais das áreas de educação e transportes para obtenção dos pesos. O estudo de caso foi realizado na cidade de São Carlos, onde o indicador definido foi aplicado para sete linhas do período vespertino do distrito de Água Vermelha. O resultado final da pesquisa, gerado no TransCAD, é mostrado através do mapa de acessibilidade multicriterial da região escolhida. As análises feitas em relação aos resultados obtidos provam que locais de embarque mais distantes das escolas urbanas não possuem, necessariamente, níveis de acessibilidade mais baixos e que, minimizar distâncias de caminhada dos alunos da casa até o ponto de embarque é um fator muito importante a ser considerado no planejamento do transporte rural escolar.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Engenharia Urbanapor
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::PLANEJAMENTO URBANO E REGIONALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record