Show simple item record

dc.contributor.authorGuedes, Fátima Becker
dc.date.accessioned2016-06-02T20:21:22Z
dc.date.available2009-12-10
dc.date.available2016-06-02T20:21:22Z
dc.date.issued2008-12-19
dc.identifier.citationGUEDES, Fátima Becker. Avaliação da diversidade e estrutura genética de Micoureus paraguayanus (Didelphidae) em fragmentos de mata atlântica. 2008. 82 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2008.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/5462
dc.description.abstractHabitat fragmentation is one of the main results of human alterations on nature. Understanding the biological consequences of this process is essential to reach the goal of conserving natural resources. The aim of this project was to assess levels of diversity and genetic structure of a population of the marsupial Micoureus paraguayanus, in forest remnants of a Semi-Decidual Estational Forest in the region of Pontal do Paranapanema, São Paulo. This variation was evaluated in ten microsatellite loci scored in 95 individuals sampled from six habitat fragments, including the Morro do Diabo State Forest. Genetic diversity in each subgroup was estimated by considering the average number of alleles (6,1 overall) and heterozygosity (0,488 when averaging all subpopulations). The latter was lower than values described in the literature for non-inbred populations on average. The number of alleles of three loci were also lower than what was observed for other population from the same species. So, on average, diversity was slightly lower than observed elsewhere. We detected a significant positive correlation (R = 0,087; P = 0,003) between genetic and geographic distances of populations of the fragments. The high number of migrants per generation (Nm) indicates historic gene flow between the analyzed populations. In spite of that, significant values of Fst and Rst were detected between some of the populations. A significant genetic differentiation was detected between Santa Teresa, Santa Maria and Ponte Branca. To analyze the genetic structure of this population we used the softwares Tess and Structure, which indicated tree clusters in the population of M paraguayanus sampled, which are associated with the three populations previously mentioned. These localities were the smallest and most disturbed fragments evaluated in this study and their differences probably indicate that the recent fragmentation process about 60 years could be responsible for promoting changes, by founder effect or bottleneck, in the genetic composition of the studied population.eng
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Minas Gerais
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectGenética de populaçõespor
dc.subjectFragmentos florestaispor
dc.subjectMicrossatélitepor
dc.subjectConservação da naturezapor
dc.subjectFragmentaçãopor
dc.subjectMicoureus paraguayanuspor
dc.subjectFragmentationeng
dc.subjectMicrosatelliteeng
dc.titleAvaliação da diversidade e estrutura genética de Micoureus paraguayanus (Didelphidae) em fragmentos de mata atlânticapor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Brito, Reinaldo Otávio Alvarenga Alves de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8253066295947754por
dc.description.resumoA fragmentação de habitat é um dos principais resultados das alterações causadas pelos seres humanos na natureza. Entender as conseqüências biológicas desse processo é essencial para atingir o objetivo de conservar a natureza antropizada. O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversidade e estrutura genética de uma população do marsupial Micoureus paraguayanus, em fragmentos remanescentes de Floresta Estacional Semi- Decidual, na região do Pontal do Paranapanema, São Paulo. Foram avaliados dez locos de microssatélites em 95 indivíduos, amostrados em seis fragmentos de hábitat, incluindo o Parque Estadual Morro do Diabo. A diversidade genética dos grupos de indivíduos da população estudada foi verificada através do número de alelos (média de 6,1) e heterozigozidade (média de 0,488). A heterozigosidade ficou abaixo dos valores descritos na literatura como característicos de populações não endogâmicas e também foram encontrados menos alelos em três dos locos estudados, quando comparados com outra população dessa mesma espécie. Sendo assim, a diversidade genética foi considerada baixa. Foi encontrada uma correlação positiva significativa entre as distâncias genética e geográficas dos grupos de indivíduos nos fragmentos (R = 0,087; P = 0,003). Também, o número de imigrantes por geração (Nm) evidenciou um fluxo gênico histórico entre as populações analisadas. No entanto, através da observação dos valores de Fst e Rst foi evidenciada uma diferenciação genética significante entre as populações de Santa Teresa, Santa Maria e Ponte Branca. Na analise da estrutura genética dessa população foram usados os programas Tess e Structure, que indicaram haver três agrupamentos nessa amostra populacional de M. paraguayanus. A estruturação em três grupos provavelmente deva-se a diferenciação entre os fragmentos de Santa Teresa, Santa Maria e Ponte Branca. Estes são os menores e mais alterados fragmentos avaliados e a sua diferenciação indica que o processo recente de fragmentação cerca de 60 anos já pode ter sido o responsável por mudanças na composição genética da população.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Genética Evolutiva e Biologia Molecular - PPGGEvpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICApor
dc.contributor.authorlatteshttp://lattes.cnpq.br/3381037823840080por


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record