Show simple item record

dc.creatorPinto, Bruna Gabriela de Carvalho
dc.date.accessioned2016-06-02T20:39:51Z
dc.date.available2015-11-04
dc.date.available2016-06-02T20:39:51Z
dc.date.issued2014-09-04
dc.identifier.citationPINTO, Bruna Gabriela de Carvalho. Land and use Brazilian Atlantic Forest fragments in "APA Tietê": subsidies to environmental planning and territorial management. 2014. 117 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, 2014.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/6788
dc.description.abstractConsidering that less than 11% of the brazilian Environmental Protection Areas have a Management Plan, the assessment of land use and the conflict in Permanent Preservation Areas can provide important results to the management of this Protected Area category, since the map of degraded Permanent Preservation Areas can be used as a guide for restoration actions. This research aimed to characterize the land use in APA Tietê, highlighting the conflict associated with Permanent Preservation Areas (Federal law n° 12.651 de 2012), in order to provide subsidies to the planning and land management. We have mapped land use through supervised automatic classification of RapidEye satellite image, and determined the land use conflicts with aid of software ArcGIS 10.2. We can conclude that APA Tietê has predominance of agricultural land uses, corresponding to 78.42% of the total protected area. This area is in critical condition to biodiversity conservation, since 76.43% of Permanent Preservation Areas consist of conflicting land uses. We have mapped 908 forest fragments, of which approximately 88% have areas smaller than 10 ha. 39.64% of these forest fragments have no neighbor fragment in a distance of 100 m. The native vegetation cover represents only 9.98% of the total area of the Environmental Protection Areas. The analysis of the hypothetical scenario showed that the restoration of Permament Preservation Areas can increase the size of the fragments and enhance landscape connectivity, in compliance with environmental legislation. Another alternative indicated to increase total vegetation cover in APA Tietê following legal increments is proposed for the restoration of the area through the establishment of Legal Reserves. In this context, through multicriteria analysis, we made a rank of all the territory of the Protected Area based on ecological relevance in order to give priority to some areas for the establishment of these protected areas. This work revealed the criticality of the current status of APA Tietê, especially towards its conservation objectives and offered alternatives, based on a scientific rigor to support the planning process of the protected area, at the local, state and national context.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSistemas de Informação Geográficapor
dc.subjectunidades de conservação de uso sustentávelpor
dc.subjectlegislação florestalpor
dc.subjectáreas de preservação permanentepor
dc.subjectreserva legalpor
dc.subjectáreas de conservação de recursos naturaispor
dc.subjectpolítica ambiental - área de proteção ambiental do Tietêpor
dc.subjectGeographic Information Systemeng
dc.subjectprotected areas of sustainable useeng
dc.subjectforestry laweng
dc.subjectpermanent preservation areaseng
dc.subjectlegal reserveseng
dc.titleUso da terra e fragmentos de vegetação de Mata Atlântica na APA Tietê: subsídios para o planejamento ambiental e a gestão territorial.por
dc.title.alternativeLand and use Brazilian Atlantic Forest fragments in "APA Tietê": subsidies to environmental planning and territorial managementeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Toppa, Rogério Hartung
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4767627D8por
dc.contributor.referee1Martines, Marcos Roberto
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5317839291904450por
dc.contributor.referee2Sansolo, Davis Gruber
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9763222402206421por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0475151623322823por
dc.description.resumoConsiderando que menos de 11% das Áreas de Proteção Ambiental brasileiras possuem Plano de Manejo, a avaliação do uso da terra e do conflito em Áreas de Preservação Permanente pode fornecer resultados importantes para a gestão dessa categoria de Unidade de Conservação, uma vez que a espacialização das Áreas de Preservação Permanente degradadas pode ser utilizada como diretriz de ações de restauração. Esta pesquisa teve como objetivo caracterizar o uso da terra da APA Tietê, evidenciando os conflitos associados às Áreas de Preservação Permanente (Lei Federal n° 12.651 de 2012), de modo a fornecer subsídios para o planejamento e gestão territorial. Mapeou-se o uso da terra por meio classificação automática supervisionada de imagem do satélite RapidEye e determinou-se os conflitos com o auxílio do software ArcGis 10.2. Conclui-se que a APA Tietê possui predominância de usos agropecuários da terra, correspondendo a 78,45% da área total da Unidade de Conservação. A área encontra-se em estado crítico para conservação da biodiversidade, uma vez que 74,40% das Áreas de Preservação Permanente são compostas por usos da terra conflituosos. Foram mapeados 908 fragmentos florestais, sendo que aproximadamente 88% dos fragmentos mapeados possuem áreas menores do que 10 ha. 39,64% dos fragmentos florestais não possuem nenhum fragmento vizinho em um raio de 100 m. A cobertura vegetal nativa representa apenas 9,98% da área total da APA. A análise do cenário potencial revelou que a restauração das APPs permite aumentar o tamanho dos fragmentos e melhorar a conectividade da paisagem, em observância com a legislação ambiental. Outra opção indicada para incrementar a cobertura vegetal total na APA Tietê seguindo os incrementos propostos por lei é a restauração de área por meio da instituição da RL. Nesse aspecto, por meio de análise multicritério, pode-se ranquear todo o território da UC com base na sua relevância ecológica de modo a priorizar áreas para a instituição dessas áreas protegidas. O trabalho revelou a criticidade da situação atual da APA Tietê, principalmente perante seus objetivos conservacionistas e ofereceu alternativas, baseadas em um rigor científico, para subsidiar o processo de planejamento dessa área protegida, no contexto local, estadual e nacional.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Sustentabilidade na Gestão Ambiental (Campus SOROCABA)por
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record