Show simple item record

dc.creatorSerrano, Nadja Fernanda Gonzaga
dc.date.accessioned2016-08-17T18:39:30Z
dc.date.available2009-10-22
dc.date.available2016-08-17T18:39:30Z
dc.date.issued2009-03-13
dc.identifier.citationSERRANO, Nadja Fernanda Gonzaga. Purificação e caracterização bioquímica de substâncias bioativas produzidas por endofítico isolado de Prunus spp.. 2009. 65 f. Dissertação (Mestrado em Multidisciplinar) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2009.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/6948
dc.description.abstractBioprospective studies of endophytic microorganisms for biotechnological applications are essentials to discovery new substances, which can be used in different areas. Endophytes represent an excellent source of bioactive natural products with chemical structure and biological activities diverses. An endophytic microorganism, isolated from leaves of Prunus spp. (Cerrado of Sao Carlos, SP, Brazil), showed antagonic potential against important pathogen in Public Health. The endophytic microorganism was phenotipic and genetic identified like a Paenibacillus polymyxa and it was given the strain designation RNC-D. The fresh brut extract showed maximum antimicrobial potency of 800 AU.mL-1 against Escherichia coli ATCC 25922 (48 hours of culture) and Staphylococcus aureus ATCC 25923 (120 hours of culture). The bioactive substances contained on extract kept bioactivity after enzymatic assay with proteases and lipase, pH variation from 2.0 to 9.0, thermic treatment using low (-80, - 20 ºC) and high temperatures (100, 121 ºC) against both microorganisms tested. The molecular weight of bioactive substances against E. coli was estimated by ultrafiltration as smaller than 1 kDa, while the bioactive compounds against S. aureus have the molecular weight between 1 and 2 kDa. It was possible to separate the bioactive substances contained in the extract produced by P. polymyxa RNC-D using chromatographic technique (HPLC). Three new molecules, with molecular weight 403, 420 and 425 Da were identified in bioactive peak (eluted in 22% of solution 20 mM TRIS + 1 M NaCl) against E. coli using LC-MS. This research will be continued to determinate the antimicrobial spectrum of the purified molecules, as well as to evaluate the potential application areas.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectBiotecnologiapor
dc.subjectMicroorganismos endofíticospor
dc.subjectMicromoléculas bioativaspor
dc.subjectCerradopor
dc.subjectProdutos biotecnológicos - purificaçãopor
dc.titlePurificação e caracterização bioquímica de substâncias bioativas produzidas por endofítico isolado de Prunus spp.por
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Sousa, Cristina Paiva de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9002619114161319por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3313420666550077por
dc.description.resumoEstudos bioprospectivos de microrganismos endofíticos para aplicações biotecnológicas são fundamentais na descoberta de novas substâncias, as quais podem ser utilizadas em diferentes áreas. Por habitarem nichos biológicos únicos, endófitos representam excelente fonte de produtos naturais bioativos com estrutura química e atividade biológica diversas. Um microrganismo endofítico, isolado de folhas de Prunus spp. (Cerrado de São Carlos SP, Brasil), apresentou potencial antagônico contra importante patógeno em saúde pública. O endofítico foi identificado fenotípica e genotipicamente como Paenibacillus polymyxa e denominado RNC-D. O extrato bruto fresco apresentou potencial antagônico máximo de 800 UA.mL-1 contra Escherichia coli ATCC 25922 (48 horas da cultura) e Staphylococcus aureus ATCC 25923 (120 horas da cultura). As substâncias bioativas contidas no extrato mantiveram a bioatividade após tratamento enzimático utilizando proteases e lipase. O extrato concentrado manteve-se biologicamente ativo quando exposto a temperaturas elevadas (100 e 121ºC) e baixas temperaturas (-20 e -80 ºC); da mesma maneira, a bioatividade do extrato não foi alterada em valores de pH entre 2,0 e 9,0, contra ambos os microrganismos testados. A massa molar das substâncias bioativas contra E. coli foi estimada por ultrafiltração como menor que 1 kDa, enquanto que, para S. aureus, a estimativa da massa dos compostos foi maior que 1 e menor que 2 kDa. Através de técnica cromatográfica (HPLC) foi possível a separação das substâncias bioativas contidas no extrato produzido por P. polymyxa RNC-D. Três novas moléculas, com massas molares de 403, 420 e 425 Da foram identificadas por LC-MS em pico bioativo (eluído em HPLC a 22% de solução 20 mM TRIS + 1 M NaCl) contra E. coli. O estudo prosseguirá na determinação do espectro antimicrobiano das novas substâncias bioativas purificadas, bem como na avaliação de possíveis áreas de aplicação.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Biotecnologiapor
dc.subject.cnpqOUTROSpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record