Mostrar registro simples

dc.creatorRinke, Raquel
dc.date.accessioned2016-08-17T18:39:30Z
dc.date.available2009-08-28
dc.date.available2016-08-17T18:39:30Z
dc.date.issued2009-04-28
dc.identifier.citationRINKE, Raquel. Comparação da diversidade microbiana intestinal em larvas do campo e laboratório do bicudo da cana-de-açúcar, Sphenophorus levis (Coleoptera, Cucurlionidae). 2009. 111 f. Dissertação (Mestrado em Multidisciplinar) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2009.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/6949
dc.description.abstractThe sugarcane weevil, Sphenophorus levis, is an important pest in sugarcane culture in São Paulo state, Brazil. To complete its life cycle, S. levis may depends on microorganisms that inhabit its intestinal tract and play an important key in the insect physiology and nutrition. In this study we report the characterization of the intestinal microbiota from population of insect larvae from field and laboratory. Analysis of 16S rDNA sequences revealed a total of fourteen genera, one group from Candidatus category and two uncultivable groups represented by Alfa-Proteobacteria, Beta-Proteobacteria, Gamma-Proteobacteria, Firmicutes and Bacteroidetes phylum. Microorganisms isolated through culture-dependent methods were classified according morphological parameters and using 16S rDNA molecular marker. In addition to bacteria, four filamentous fungi were isolated. It was observed a slightly higher bacterial diversity in field than in laboratory according to Shannon index (Field H'= 3,36; Laboratory H'= 3,26). It is also our objective in this work to search for microorganisms capable to degrade cellulose, an important event in the insect attack. From the cultivable microorganisms, five genera of bacteria and two filamentous fungi presented cellulolytic activity. This is the first study about S. levis microbiota which may contribute to understand the interaction plant-pathogen and also be useful for future development of new strategies for control of S. levis in sugarcane cultivation.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDiversidade biológicapor
dc.subjectPragas da cana-de-açúcarpor
dc.subjectSphenophorus levispor
dc.subjectDNAr 16Spor
dc.subjectDegradação de celulosepor
dc.subjectCelulasepor
dc.subjectAtividade celulolíticapor
dc.subjectMicrobiota intestinalpor
dc.subjectSugarcane pestseng
dc.subjectCellulose degradationeng
dc.subjectCellulase activityeng
dc.titleComparação da diversidade microbiana intestinal em larvas do campo e laboratório do bicudo da cana-de-açúcar, Sphenophorus levis (Coleoptera, Cucurlionidae)por
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Silva, Flávio Henrique da
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1757309852446263por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4245978323080124por
dc.description.resumoA cana-de-açúcar é uma das mais importantes culturas no Brasil. No entanto, muitas pragas atacam esta cultura causando prejuízos econômicos. O gorgulho da cana-deaçúcar, Sphenophorus levis, é uma importante praga na cultura canavieira no Estado de São Paulo. Para completar o seu ciclo de vida, S. levis parece depender de microorganismos que habitam o seu trato intestinal e desempenham um importante função na fisiologia e nutrição do inseto. Neste estudo, nós realizamos a caracterização da microbiota intestinal de população de larvas de inseto campo e de laboratório. As análises das seqüências de 16S rDNA revelaram um total de catorze gêneros, um grupo da categoria Candidatus e dois grupos nãocultiváveis representados pelos filos Alfa-Proteobacteria, Beta-Proteobacteria, Gamma- Proteobacteria, Firmicutes e Bacteroidetes tanto em larvas do campo quanto nas do laboratório. Os microrganismos isolados através dos métodos dependentes de cultura foram agrupados de acordo com parâmetros morfológicos e através do marcador moléculas 16S rDNA. Além das bactérias também foram isolados quatro fungos filamentosos. Observou-se uma diversidade bacteriana levemente superior no campo do que no laboratório de acordo com o índice de Shannon (Campo H '= 3,36; Laboratório H' = 3,26). É também nosso objetivo neste trabalho encontrar microorganismos capazes de degradar celulose, um importante evento no ataque do inseto. Dos microorganismos cultiváveis, cinco gêneros de bactérias e dois fungos filamentosos apresentaram atividade celulolítica. Este é o primeiro estudo sobre a microbiota do S. levis que pode contribuir para a compreensão da interação planta-patógeno e também ser útil para o futuro desenvolvimento de novas estratégias de controle de S. levis no cultivo da cana-de-açúcar.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Biotecnologiapor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICASpor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples