Show simple item record

dc.creatorAlves, Henrique Cezar
dc.date.accessioned2016-08-17T18:39:41Z
dc.date.available2011-11-23
dc.date.available2016-08-17T18:39:41Z
dc.date.issued2010-11-26
dc.identifier.citationALVES, Henrique Cezar. Estudo biológico de linhagens do protozoário ciliado Paramecium Caudatum Ehrenberg, 1833 e avaliação experimental do efeito tóxico do agrotóxico Fipronil. 2010. 85 f. Dissertação (Mestrado em Multidisciplinar) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/6990
dc.description.abstractProtozoans has been proposed as biological indicators of water pollution due to their sensitivity to environmental changes, their short life cycle and easy cultivation, this work intended to study two strains of the ciliated protozoan Paramecium caudatum Ehrenberg, 1833 (PC1 isolated from the Monjolinho Reservoir - São Carlos-SP and maintained in monoxenic culture at the Laboratory of Ecology of Aquatic Microorganisms of UFSCar and PC2 isolated from Óleo Lagoon an oxbow lake in the Moji-Guaçu River floodplain Luiz Antônio- SP). Experiments were done aiming to study the life cycle, best cultivation conditions and to verify the toxicity of the pesticide fipronil to these protozoan lineages, considering that the local from which they were isolated have differing history of contamination with the pesticide. The experiments were executed aiming to verify the possibility of the utilization of these organisms as environmental bioindicators in a standardized bioassay. The best culture condition obtained for PC1 was at pH 9 and 30 °C and for PC2 was at pH 7 and 27.5 °C. For the two lineages the best results were obtained with no light and agitation and the increase of the cultivation scale not interfered significantly in the growth. It was possible to observe that in culture, the PC2 has a slower growth and, in the other hand higher densities than PC1. Compared with other organisms, the two lineages are very resistant to fipronil, and as a result not suitable as bioindicators of environmental contamination by this pesticide. Besides, because they are food items for the higher trophic levels, their resistance to the pesticide led us to consider that in the contaminated ecossystems, these organisms can be important for the fipronil accumulation in the food web. However, the studied ciliates displayed potential to be used as test-organisms for ecotoxicological assays.eng
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Minas Gerais
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectBiotecnologiapor
dc.subjectCultivo monoxênicopor
dc.subjectToxicidade testespor
dc.subjectCurva de crescimentopor
dc.subjectFixadorespor
dc.subjectOtimização de cultivopor
dc.subjectAgrotóxicopor
dc.subjectProtozoáriopor
dc.subjectFixativeseng
dc.subjectMonoxenic cultureeng
dc.subjectToxicityeng
dc.subjectCulture optimizationeng
dc.subjectGrowth curveeng
dc.subjectPesticideeng
dc.subjectProtozoaneng
dc.titleEstudo biológico de linhagens do protozoário ciliado Paramecium Caudatum Ehrenberg, 1833 e avaliação experimental do efeito tóxico do agrotóxico Fipronilpor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Seleghim, Mirna Helena Regali
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5998337634888263por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8695372570802215por
dc.description.resumoProtozoários têm sido propostos como indicadores biológicos de poluição aquática devido à sua sensibilidade a alterações ambientais, ao seu curto ciclo de vida e facilidade para cultivo, o presente trabalho pretendeu estudar duas linhagens do protozoário ciliado Paramecium caudatum Ehrenberg, 1833 (PC1, isolada da Represa do Monjolinho - São Carlos-SP e mantida em cultura monoxênica no Laboratório de Ecologia de Microrganismos Aquáticos da UFSCar e outra, a PC2, que foi isolada da Lagoa do Óleo-Lagoa marginal do Rio Moji- Guaçu- SP). Foram feitos experimentos que tiveram por objetivo estudar o ciclo de vida, obter as melhores condições de cultivo e verificar diferenças na sensibilidade dessas duas linhagens ao fipronil considerando que os locais de origem dessas linhagens possuem diferente histórico prévio de exposição ao agrotóxico. Os experimentos executados também visaram verificar a possibilidade de utilização desses organismos como bioindicadores ambientais em bioensaio padronizado. As melhores condições de cultivo para a linhagem PC1 foram em pH 9, a 30°C, e para PC2 foram em pH 7, a 27,5°C, sendo que para as duas linhagens o melhor crescimento foi sem iluminação ou agitação e o aumento na escala do cultivo não interferiu significativamente no crescimento. Em cultura foi possível observar que PC2 apresenta reprodução mais lenta, porém atinge maiores densidades que PC1. A linhagem PC2 é mais sensível ao fipronil. Comparadas a outros organismos, as duas linhagens são bastante resistentes ao fipronil, não sendo interessantes como indicadores de contaminação desse agrotóxico no ambiente. Além disso, por serem alimento de níveis tróficos superiores, a resistência apresentada ao agrotóxico nos leva a crer que nos ecossistemas contaminados, esses organismos podem ser importantes para a acumulação do fipronil na rede alimentar onde estão presentes. Entretanto, os ciliados estudados mostraram ser bons organismos-teste para ensaios ecotoxicológicos.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Biotecnologiapor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::TOXICOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record