Show simple item record

dc.creatorOttaviani, Ana Carolina
dc.date.accessioned2016-09-12T18:24:57Z
dc.date.available2016-09-12T18:24:57Z
dc.date.issued2015-07-08
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/7082
dc.description.abstractLosses can be conceptualized as cognitive and affective responses to individual sorrows, characterized by brooding, yearning, disbelief and stunned feelings, being clinically significant in chronic diseases. This study aimed to translate, adapt and validate the Kidney Disease Loss Scale for the Brazilian context. This is a methodological study in which they followed the steps recommended in the literature for healthcare instruments which are: initial translation, synthesis of translations, back translation, review by a especilistas committee, pre-testing and evaluation of psychometric properties instrument. All ethical guidelines were followed. The previous steps were performed in the pre-test losses Scale related to kidney disease was an instrument easy to understand and apply. Regarding the evaluation stage of the psychometric properties of the scale of losses relating to kidney disease, verifcou to reliability and reproducibility through Cronbach's alpha and intraclass correlation index, respectively, which showed satisfactory values. Furthermore, it was verified concurrent and convergent validity through the Pearson correlation coefficient, which indicated a positive correlation between the loss and the levels of anxiety and depression and negative correlation between losses and domains of quality of life, with statistical significance using. The discriminant validity was analyzed by comparing the average loss between the groups with and without depression symptoms, with and without anxiety and with better quality or lower quality of life, which in the vast majority were statistically significant. Also held factorial analysis, which indicated the solution of a factor, being satisfactory for this set of items. This solution produced a factor with eigenvalue 3.58 and explained 59.7% of the total variance. Based on the proposed objectives and results, it is concluded that the loss has been translated, adapted and validated for the Brazilian context, allowing future studies of losses and providing tools for the professionals working in dialysis centers for assistance to people with chronic kidney disease dialysis.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectEnfermagempor
dc.subjectEstudos de validaçãopor
dc.subjectTraduçãopor
dc.subjectInsuficiência renalpor
dc.subjectTranslatingeng
dc.subjectValidation Studieseng
dc.subjectRenal Insufficiencyeng
dc.subjectChroniceng
dc.titleTradução, adaptação cultural e validação do Kidney Disease Loss Scale para o contexto brasileiropor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Orlandi, Fabiana de Souza
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7395879552721664por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6355920916125637por
dc.description.resumoAs perdas podem ser conceituadas como respostas cognitivas e afetivas para tristezas individuais, caracterizadas pelo remoer, anseio, descrença e sentimentos atordoados, sendo clinicamente significativa em doenças crônicas. Neste estudo, objetivou-se traduzir, adaptar e validar a Kidney Disease Loss Scale para o contexto brasileiro. Trata-se de um estudo metodológico em que foram seguidas as etapas preconizadas na literatura internacional para instrumentos da área de saúde que são: tradução inicial, síntese das traduções, retrotradução, revisão por um comitê de especilistas, pré-teste e avaliação das propriedades psicométricas do instrumento. Todos os preceitos éticos foram seguidos. As etapas anteriores foram realizadas, no pré-teste a Escala de Perdas referentes à Doença Renal foi um instrumento de fácil compreensão e aplicação. Em relação etapa de avaliação das propriedades psicométricas da Escala de Perdas referentes à Doença Renal, verifcou-se a confiabilidade e a reprodutibilidade, por meio do alfa de Cronbach e do Índice de Correlação Intraclasse, respectivamente, os quais apresentaram valores satisfatórios. Ademais, foi verificada a validade concorrente e convergente através do coeficiente de correlação de Pearson, que indicou correlação positiva entre a perdas e os níveis de ansiedade e depressão e correlação negativa entre a perdas e domínios da qualidade de vida, com significância estatítica. A validade discriminante foi analisada através da comparação das médias de perdas entre os grupos com e sem sintomas depressão, com e sem sintomas de ansiedade e com qualidade melhor ou pior qualidade de vida, as quais na grande maioria mostraram-se estatisticamente significantes. Também realizou-se análise fatorial, que indicou a solução de um fator, sendo satisfatória para esse conjunto de itens. Essa solução produziu um fator com eigenvalue de 3,58 e explicou 59,7% da variância total. Com base nos objetivos propostos e resultados obtidos, conclui-se que a escala de perdas foi traduzida, adaptada e validada para o contexto brasileiro, permitindo estudos futuros sobre perdas e instrumentalizando os profissionais atuantes em centros de diálise para assistência à pessoa com doença renal crônica em diálise.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Enfermagempor
dc.subject.cnpqCIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEMpor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record