Show simple item record

dc.creatorNeves, Luiza de Lima
dc.date.accessioned2018-04-10T20:08:22Z
dc.date.available2018-04-10T20:08:22Z
dc.date.issued2017-10-20
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/9713
dc.description.abstractFires are among the main environmental problems in Brazil. The country is considered one of the great potentials for the increase of greenhouse gases in the planet coming from the emissions of the burning of vegetal biomass. According to IBAMA, besides contributing to global warming and climate change, fires also pollute the air, cause economic and social damage and accelerate the desertification processes, as well as the deforestation and loss of biodiversity. In the city of Ribeirão Preto (SP), this is a problem that has been aggravating in recent years, mainly due to the recent and long periods of drought, religious ritual practices in the nearby forest and the extensive cultivation of sugarcane in the region. In order to analyze a fire occurrence and susceptibility, different methodologies can be adopted. One of them refers to the use of geoprocessing, which encompasses a series of tools that are of great importance for the collection and analysis of physical information related to geographic space, mainly through geographic information systems (GIS) and remote sensing. They make possible to study large areas quickly and objectively, and allow the interaction between different types of data. Through these tools, this paper aims to analyze the fire outbreaks susceptibility in the mentioned municipality through the identification, survey and weighting of previously established geographical indicators. The proposal of a new model sought to advance the existing methodologies through the inclusion of temporal variation in the study, as well as the use of vegetation indices with medium spatial resolution. The results indicate that the model is efficient for a fire susceptibility analysis, but is substantially dependent on data availability and continuous updating. The final maps emphasize the importance of each indicator and stress the need to explore the temporal variation in the study.eng
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopor
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectSuscetibilidade a incêndiospor
dc.subjectAnálise ambientalpor
dc.subjectSensoriamento remotopor
dc.subjectSIGpor
dc.subjectFire susceptibilityeng
dc.subjectEnvironmental analysiseng
dc.subjectRemote sensingeng
dc.subjectGISeng
dc.titleAnálise da suscetibilidade a incêndios por meio de geoprocessamento : um estudo no município de Ribeirão Preto, SPpor
dc.title.alternativeAnalysis of the susceptibility to fire using geoprocessing tools : a study in the municipality of Ribeirão Preto - SPeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Bourscheidt, Vandoir
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8224261649535795por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2226821354604207por
dc.description.resumoOs incêndios estão entre os principais problemas ambientais do Brasil. O país é considerado um dos grandes responsáveis pelo aumento de gases estufa no planeta proveniente das emissões da queima de biomassa vegetal. De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), além de contribuir com o aquecimento global e as mudanças climáticas, as queimadas e incêndios florestais poluem a atmosfera, causam prejuízos econômicos e sociais e aceleram os processos de desertificação, desflorestamento e perda da biodiversidade. No município de Ribeirão Preto (SP) este é um problema que vem se agravando nos últimos anos devido, principalmente, aos recentes e longos períodos de estiagem, às práticas de rituais religiosos nas proximidades de mata e ao extenso cultivo de cana-de-açúcar na região. Para analisar a ocorrência e suscetibilidade a incêndios, diferentes metodologias podem ser adotadas. Uma delas refere-se ao uso do geoprocessamento, que engloba uma série de ferramentas que são de grande importância para o levantamento e análise de informações físicas referentes ao espaço geográfico, principalmente através dos sistemas de informações geográficas (SIGs) e sensoriamento remoto. Por meio dele, é possível estudar áreas de grandes proporções de forma rápida e objetiva, além de permitir o diálogo entre diferentes tipos de dados. Por meio destas ferramentas, o presente trabalho objetivou analisar a suscetibilidade à ocorrência de incêndios no município citado mediante a identificação, o levantamento e a ponderação de indicadores geográficos previamente estabelecidos. A proposta de um novo modelo buscou avançar sobre as metodologias já existentes através da inclusão da variação temporal no estudo, bem como o uso de índices de vegetação com média resolução espacial. Os resultados indicam que o modelo é eficiente para a análise de suscetibilidade a incêndios, mas ainda é dependente da disponibilidade de dados e atualização contínua. Os mapas finais ressaltam a importância de cada indicador e enfatizam a necessidade de explorar a variação temporal no estudo.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciências Ambientaispor
dc.subject.cnpqCIENCIAS EXATAS E DA TERRApor
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA::RECUPERACAO DE AREAS DEGRADADASpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMASpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOGRAFIA FISICApor
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::MANEJO FLORESTAL::FOTOINTERPRETACAO FLORESTALpor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record