Show simple item record

dc.creatorVazzoler, Márcia Regina
dc.date.accessioned2016-06-02T19:50:06Z
dc.date.available2004-12-01
dc.date.available2016-06-02T19:50:06Z
dc.date.issued2004-09-03
dc.identifier.citationVAZZOLER, Márcia Regina. Cooperativismo em assentamentos de reforma agrária: a sobrevivência de cooperativas do MST no contexto capitalista.. 2004. 340 f. Tese (Doutorado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/3341
dc.description.abstractThis thesis has as objective to make a comparative study of cases between cooperatives of agrarian production - CPAs in agrarian reform settlements in the state of São Paulo and the state of the Rio Grande Do Sul, being analyzed the process of creation, development and limits taxes to the these cooperatives, verifying its internal organization of the production and the work and as this factor contributes for the success or economic and social failure of these cooperatives. We understand as failure those cooperatives that pass for difficulties of generation of income and consequence dissolution and as success those cooperatives whose factors economic and social they are not only seen as an end, but as a way for its growth. We leave of the principle of that a differentiation between the Traditional Cooperatives exists - that they function, over all, as capital society, or either, maximizes chances and reaches a similar economic rationality to the ones of the too much capitalist companies through technological, financial and organizacional mechanisms, increasing its production essentially in relation to the market, accumulating and centering capital without the main concern with social justice; and the selected ones for the development of this thesis of, the cooperatives of agrarian production - CPAs in agrarian reform settlements - that they function, above of everything, as a society of people. This type of organization of production and work possess character and socialist inspiration and if it characterizes for presenting a differentiated management, based in the historical principles of the cooperativismo. The organizations managed for itself same congregate majority or totality diligent agricultural in conditions of exercise of the collective ownership of the means of production, where the work associated it is organized by means of planning and determined collective norms and the results of the production are distributed on the basis of the participation of the work of each associate. As well as the traditional cooperatives, the CPAs of agrarian reform searchs the efficiency, however such efficiency is submitted to the logic of the social inclusion, of the preservation of the ranks of work and fight for the agrarian reform. We intend to answer which are the determinative factors of economic and social success of CPAs in agrarian reform settlements in São Paulo and the Rio Grande Do Sul and as the internal organization of the production and of the work of these cooperatives it contributes for this result.eng
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Minas Gerais
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectRelações interorganizacionaispor
dc.subjectCooperativismopor
dc.subjectOrganização interna da produçãopor
dc.subjectProcesso de trabalhopor
dc.subjectCooperativas de produção agropecuáriapor
dc.subjectCooperativismoeng
dc.subjectCooperatives of agrarian productioneng
dc.subjectAgrarian reformationeng
dc.subjectSolidary economyeng
dc.subjectOrganization of the production and the process of workeng
dc.titleCooperativismo em assentamentos de reforma agrária: a sobrevivência de cooperativas do MST no contexto capitalista.por
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Eid, Farid
dc.contributor.advisor1Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4787890E0por
dc.creator.Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4717128D3por
dc.description.resumoEsta tese tem como objetivo fazer um estudo comparativo de casos entre cooperativas de produção agropecuária - CPAs em assentamentos de reforma agrária no estado de São Paulo e no estado do Rio Grande do Sul, analisando o processo de criação, desenvolvimento e limites impostos à estas cooperativas, verificando sua organização interna da produção e do trabalho e como este fator contribui para o sucesso ou insucesso econômico e social destas cooperativas. Entendemos como insucesso aquelas cooperativas que passam por dificuldades de geração de renda e conseqüente dissolução e como sucesso aquelas cooperativas cujos fatores econômico e social não são vistos somente como um fim, mas como um meio para o seu crescimento. Partimos do princípio de que existe uma diferenciação entre as Cooperativas Tradicionais - que funcionam, sobretudo, como sociedade de capital, ou seja, maximizam oportunidades e atingem uma racionalidade econômica semelhante às das demais empresas capitalistas através de mecanismos tecnológicos, financeiros e organizacionais, dinamizando sua produção essencialmente em relação ao mercado, acumulando e centralizando capital sem a preocupação principal com a justiça social; e as selecionadas para o desenvolvimento desta tese de doutorado, as cooperativas de produção agropecuária - CPAs em assentamentos de reforma agrária que funcionam, acima de tudo, como uma sociedade de pessoas. Este tipo de organização de produção e trabalho possui caráter e inspiração socialista e se caracteriza por apresentar uma gestão diferenciada, calcada nos princípios históricos do cooperativismo. As organizações autogeridas reúnem maioritariamente ou totalmente trabalhadores rurais em condições de exercício da posse coletiva dos meios de produção, em que o trabalho do associado é organizado mediante planejamento e normas coletivas autonomamente decididas e os resultados da produção são distribuídos com base na participação do trabalho de cada associado. Assim como as cooperativas tradicionais, as CPAs de reforma agrária buscam a eficiência, porém tal eficiência está submetida à lógica da inclusão social, da preservação dos postos de trabalho e luta pela reforma agrária. Pretendemos responder quais são os fatores determinantes de sucesso econômico e social de CPAs em assentamentos de reforma agrária em São Paulo e no Rio Grande do Sul e como a organização interna da produção e do trabalho destas cooperativas contribui para este resultado.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Engenharia de Produçãopor
dc.subject.cnpqENGENHARIAS::ENGENHARIA DE PRODUCAOpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record