Show simple item record

dc.creatorFrança, Lucas Miguel
dc.date.accessioned2016-06-02T19:16:34Z
dc.date.available2013-02-21
dc.date.available2016-06-02T19:16:34Z
dc.date.issued2012-02-27
dc.identifier.citationFRANÇA, Lucas Miguel. Cooperativas de catadores e parcerias com gestores públicos : aspectos promotores de autonomia. 2012. 103 f. Dissertação (Mestrado em Multidisciplinar) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/1098
dc.description.abstractThis research for the master's degree in Science, Technology and Society (UFSCAR), has as objective to identify to promotional aspects of autonomy in the relations/partnerships established between public managers and enterprises of cooperatives of catadores. Among the highlights methodological procedures to review the literature on the subject and proposed data collection and information from the municipalities, supporting organizations, advisory and involved with cooperatives. The autonomy gain at the time of decisions, the planning activities of the cooperative and other aspects such as monitoring and training are considered essential for the success of experiments involving the use of social technologies and cooperatives. All these points are subject to analysis through the study of partnerships, in this case between public managers and recycling cooperatives in programs for shared management of waste. To develop working partnerships developed were analyzed in the cities of Piracicaba and São Carlos. In both cases respondents identified what are the possible promoting factors and not favoring autonomy in relationships / partnerships between public managers and recycling cooperatives and work done by groups, contributing to the achievement and maintenance of self-management, through the use of analytical categories such as: Decision-makers, degree of democratization in relations, division of labor, Solidarity, public action in the territory, project management, Participation / Coordination, Training networks, Possession of means of production, social, infrastructure investments and sources of revenue of the enterprise. As a result, it was noted that partnerships between cooperatives and managers demonstrate that they have a direct influence on the achievement of autonomy and work in the enterprises, thus hindering the development and ownership by the working groups.eng
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Minas Gerais
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDesenvolvimento social - ciência, tecnologia e sociedadepor
dc.subjectGestão públicapor
dc.subjectAutonomiapor
dc.subjectCooperativas de catadores de resíduospor
dc.subjectEconomia solidáriapor
dc.subjectPublic Managementeng
dc.subjectAutonomyeng
dc.subjectCooperatives Collectorseng
dc.subjectSolidarity Economyeng
dc.titleCooperativas de catadores e parcerias com gestores públicos : aspectos promotores de autonomiapor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Zanin, Maria
dc.contributor.advisor1Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4783151H2por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0110820790941569por
dc.description.resumoEsta pesquisa para o mestrado em Ciência, Tecnologia e Sociedade (UFSCAR), tem como objetivo identificar aspectos promotores de autonomia nas relações/parcerias estabelecidas entre gestores públicos e empreendimentos de cooperativas de catadores. Dentre os procedimentos metodológicos destaca-se a revisão bibliográfica sobre o tema proposto e o levantamento de dados e informações junto às prefeituras, entidades de apoio e assessoria e junto às cooperativas envolvidas. O ganho de autonomia no momento das decisões, o planejamento das atividades dos cooperados e outros aspectos como o acompanhamento e a capacitação são considerados de fundamental importância para o sucesso de experiências que envolvam o uso de tecnologias sociais e cooperativas. Todos estes pontos são passíveis de análise por meio do estudo das parcerias, neste caso, entre gestores públicos e cooperativas de catadores em programas de gestão compartilhada de resíduos. Para desenvolver o trabalho foram analisadas parcerias desenvolvidas nas cidades de São Carlos e Piracicaba. Nos dois casos pesquisados identificamos quais seriam os possíveis aspectos promotores e não favorecedores de autonomia nas relações/parcerias estabelecidas entre gestores públicos e cooperativas de catadores e no trabalho desenvolvido pelos grupos, contribuindo para a conquista e a manutenção da autogestão por meio da utilização de categorias de análise, como: Instâncias de decisão, Grau de democratização nas relações, Divisão do trabalho, Solidariedade, Ação pública no território, Gestão do empreendimento, Participação/Articulação, Formação de redes, Posse dos meios de produção, Direitos sociais, Investimentos em infraestrutura e Fontes de arrecadação do empreendimento. Como resultado, foi observado que as parcerias estabelecidas entre gestores e cooperativas demonstram ter uma influência direta na conquista da autonomia e no trabalho desenvolvido pelos empreendimentos, dificultando assim, o desenvolvimento e a apropriação do trabalho pelos grupos.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedadepor
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAOpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record