Show simple item record

dc.creatorBotassio, Barbara Caroline
dc.date.accessioned2019-02-25T18:06:13Z
dc.date.available2019-02-25T18:06:13Z
dc.date.issued2018-02-28
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/11030
dc.description.abstractWith the increase of public resources destined to political parties in Brazil, the research will present two plans of analysis: The first level corresponds to a comparison between the party organizations in relation to the concentration of resources of the Partisan Fund in the National Directory. While the second level of analysis corresponds to a vertical organizational study of which State Directories receive more resources from the National Directory and what are the determinants for this to occur. The cut of this dissertation encompasses PT, PMDB, PSDB, DEM and PP during the period of 2007 to 2015. The five parties present a higher percentage of distribution of the Party Fund during the analyzed period, and also allow comparisons with the ideological profile of organizational origins and electoral strategies. The hypothesis is that the State Directorates that receive more financial resources are the most successful in the electoral arena.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectPartidos políticospor
dc.subjectOrganização internapor
dc.subjectFundo partidáriopor
dc.subjectAlocação de recursospor
dc.subjectPolitical partieseng
dc.subjectResource allocationeng
dc.titleA dinâmica interna dos partidos brasileiros na alocação de recursos do Fundo Partidáriopor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Ribeiro, Pedro José Floriano
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6336151484882362por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3887374467617494por
dc.description.resumoCom o crescente adensamento dos recursos públicos destinados aos partidos políticos no Brasil, a pesquisa apresentará dois planos de análise: O primeiro nível corresponde a uma comparação entre as organizações partidárias em relação a concentração de recursos do Fundo Partidário no Diretório Nacional. Enquanto o segundo nível de análise, corresponde a um estudo organizacional vertical de quais Diretórios Estaduais recebem mais recursos do Diretório Nacional e quais são os determinantes para que isso ocorra. O recorte dessa dissertação engloba PT, PMDB, PSDB, DEM e PP durante o período de 2007 até 2015. Os cinco partidos apresentam maior porcentagem de distribuição do Fundo Partidário no período analisado, e além disso, possibilitam comparações em relação ao perfil ideológico, de origem organizacional e de estratégias eleitorais. A hipótese é que os Diretórios Estaduais que recebem mais recursos financeiros são os com maior êxito na arena eleitoral.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciência Políticapor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::CIENCIA POLITICApor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record