Show simple item record

dc.contributor.authorMatui, Natália da Conceição
dc.date.accessioned2020-04-24T12:40:48Z
dc.date.available2020-04-24T12:40:48Z
dc.date.issued2020-02-27
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/12463
dc.description.abstractWhen educational institutions and spaces are called upon to compose and heat up the production of innovation, thinking about economic and social development, and solutions to problems that impact well-being and social life, it is also important that Information Science (IS) understand the intricacies that are the reason for the innovation concept, which explain where to understand innovation in the IS area. This research does not seek to find a standardized concept, nor does it attempt to standardize it, but the proposal is to shed light on innovation according to the conceptual associations it plays in IS, the issues associated with innovation over the years of publications in the area. The methodological theory of Systemic-Functional Grammar is used as a method, where the grammar itself is used as an informational system, and scientific productions, which form the scientific textual corpus, are the fundamental substance for the informational capture regarding ideas and of what is ignited as epistemological issues in innovation since the construction of the discipline (1953). Metrics of natural language processing (PLN) were applied to the scientific textual corpus, such as textual mining and semantic analysis, using a similarity, modularity and eigenvector centrality coefficient (TextRank). As a result, we see that in the 1980s, innovation at IS started with topics such as Social Development, Organizational Performance and Information, Knowledge and Technology. In the 1990s, Services and Products became a new reading of innovation, and from the 2000s onwards, Knowledge Management started to be evoked to deal with innovation. Finally, it was found that in the ideational field of IS, innovation is treated much more as a participant object than as a procedural movement, this because, through the data analysis, showed that CI has little maturity regarding the verbal and action paradigm that is required to understand innovation. The lack of prominence in thinking about applied research, development of artifacts in problem solutions reveals little real baggage in the area in indicating a more intimate, refined construction, proper to what makes up the concept of innovation.eng
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopor
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectInovaçãopor
dc.subjectCiência da informaçãopor
dc.subjectGramática sistêmico-funcionalpor
dc.subjectRede semânticapor
dc.subjectInnovationeng
dc.subjectScience informationeng
dc.subjectSystemic-functional grammaticaleng
dc.subjectSemantic networkeng
dc.titleMapeamento semântico do conceito de inovação para a ciência da informação: uma análise gramático-sistêmico funcionalpor
dc.title.alternativeSemantic mapping of the concept of innovation for information science: a systemic-functional grammatical analysiseng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Gracioso, Luciana de Souza
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4898201916360294por
dc.description.resumoQuando as instituições e espaços de ensino são chamadas a compor e a calorificar a produção de inovação, pensando o desenvolvimento econômico e social, e as soluções de problemas que impactem o bem-estar e a vida social, é importante que também a Ciência da Informação (CI) entenda os meandros que constituem a razão do conceito inovação, que expliquem por onde entender a inovação na área da CI. Nesta pesquisa não se busca encontrar um conceito padronizado, bem como não se busca padronizar o mesmo, mas a proposta é colocar luz sobre inovação de acordo com as associações conceituais que desempenha na CI, os assuntos associados a inovação ao longo dos anos das publicações na área. Aporta-se como método a teoria metodológica da Gramática Sistêmica-Funcional, onde a própria gramática é usada como um sistema informacional, e as produções científicas, que formam o corpus textual científico, são a substância fundamental para a captura informacional a respeito das ideias e do que se acende como questões epistemológicas em inovação desde a construção da disciplina (1953). Sobre o corpus textual científico foram aplicadas métricas de processamento de linguagem natural (PLN) como a mineração textual e análise semântica, por meio de coeficiente de similaridade, modularidade e centralidade eigenvector (TextRank). Como resultado, vemos que na década de 1980, inovação na CI se inicia com temas como Desenvolvimento social, Desempenho Organizacional e Informação, Conhecimento e Tecnologia. Na década de 1990, Serviços e Produto se torna uma nova leitura de inovação, e a partir dos anos 2000, Gestão do Conhecimento passa a ser evocada para lidar com inovação. Por fim, verificou-se que no campo ideacional da CI, inovação é tratado muito mais como um objeto participante do que como movimento processual isto que, pelas análises dos dados, mostrou que a CI apresenta pouca maturidade no que tange o paradigma verbal e de ação que se demanda para entender inovação. A falta de proeminência em pensar pesquisa aplicada, desenvolvimento de artefatos em soluções de problemas revela pouca bagagem real da área em indicar uma construção mais íntima, refinada, e própria do que compõe o conceito de inovação.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciência da Informação - PPGCIpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO::BIBLIOTECONOMIApor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor
dc.contributor.authorlatteshttp://lattes.cnpq.br/3399075959507926por


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil