Show simple item record

dc.creatorBlanco, Juliano Zanuzzio
dc.date.accessioned2016-06-02T19:05:39Z
dc.date.available2009-12-10
dc.date.available2016-06-02T19:05:39Z
dc.date.issued2009-09-10
dc.identifier.citationBLANCO, Juliano Zanuzzio. SADP : arquitetura de sites dirigida por personalização. 2009. 105 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2009.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/422
dc.description.abstractWeb sites in different areas are accessed by users with the many purposes. Several strategies have been developed and employed to improve and facilitate website access and navigation. Among these strategies there are those used to grant competitive advantages over concurrent sites, based on services of content personalization. Today, with the growth of computer networks and the emergence of ubiquitous computing, this personalization must take into account that the content of the sites can also be accessed through mobile devices. Motivated by these ideas, in this project it was developed a process in which site architectures are driven by personalization and personalized content is delivered to site users. This process, called SADP (Site Personalization by Driven Architecture), is based not only on navigation history and preferences expressed or detected by the users, but also on context information, device and network types and the site content itself. The SADP uses profiles contain information about user preferences, networks and devices used to site access. The information used to build profiles are obtained through implicit metrics, and treated using a Fuzzy Ontology. A module of Fuzzy Inference over Ontology is used to extend the user preferences. A framework for content adaptation is used to generate a site architecture based on profiles. The differential of the SADP process is that it drives the architecture of site content pages aiming to provide personalized services to the users.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSistemas de recomendaçãopor
dc.subjectOntologia difusapor
dc.subjectPersonalizaçãopor
dc.subjectAdaptação de conteúdopor
dc.subjectPerfispor
dc.subjectPersonalizationeng
dc.subjectSystems recommendationeng
dc.subjectFuzzy Ontologyeng
dc.subjectContent adaptationeng
dc.subjectProfileseng
dc.titleSADP : arquitetura de sites dirigida por personalizaçãopor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Prado, Antonio Francisco do
dc.contributor.advisor1Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4796997T7por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7759806751523441por
dc.description.resumoSites na Web, de diferentes domínios, são acessados por usuários com as mais variadas finalidades. Diversas estratégias têm sido desenvolvidas e empregadas para melhorar e facilitar o acesso e a navegação de sites. Entre essas estratégias destacam-se as que visam obter vantagens competitivas em relação aos sites concorrentes, através de serviços de personalização de conteúdo. Hoje, com o avanço das redes de computadores e o surgimento da computação ubíqua, essa personalização deve considerar que os conteúdos dos sites podem ser acessados também através de dispositivos móveis. Motivados por essas idéias, foi desenvolvido um processo no qual a arquitetura do site é dirigida pela personalização, entregando conteúdo personalizado e adaptado aos usuários de sites. Esse processo, denominado SADP (Site Architecture Driven by Personalization), baseia-se não apenas no histórico de navegação e nas preferências detectadas ou manifestadas pelo usuário, mas também em informações de contexto, tipos dos dispositivos e de redes de acesso utilizado e no próprio conteúdo apresentado. O SADP utiliza perfis com informações das preferências dos seus usuários, redes e dispositivos de acessos ao site. Essas informações para construção dos perfis são obtidas através de métricas implícitas, e tratadas utilizando-se Ontologia Difusa. Um módulo de Inferência sobre Ontologia Difusa é utilizado para estender as preferências dos usuários. Um framework para adaptação de conteúdo é utilizado, para gerar a arquitetura do site com base nos perfis. O processo destaca-se por dirigir a arquitetura das páginas de conteúdos do site no sentido de proporcionar serviços personalizados para os seus usuários.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciência da Computação - PPGCCpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS EXATAS E DA TERRA::CIENCIA DA COMPUTACAOpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record