Show simple item record

dc.creatorBalieiro, Fernando de Figueiredo
dc.date.accessioned2016-06-02T20:39:10Z
dc.date.available2009-09-10
dc.date.available2016-06-02T20:39:10Z
dc.date.issued2009-03-18
dc.identifier.citationBALIEIRO, Fernando de Figueiredo. A pedagogia do sexo em O Ateneu: o dispositivo de sexualidade no internato da fina flor da mocidade brasileira . 2009. 126 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2009.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/6703
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Sao Carlos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSociologiapor
dc.subjectPompéia, Raul, 1863-1895por
dc.subjectTeoria Queerpor
dc.subjectFoucault, Paul-Michel, 1926-1984por
dc.subjectO Ateneupor
dc.subjectPedagogização do sexopor
dc.subjectHeteronormatividadepor
dc.subjectNaçãopor
dc.titleA pedagogia do sexo em O Ateneu: o dispositivo de sexualidade no internato da fina flor da mocidade brasileira por
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Escudeiro, Richard Miskolci
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1623888309974862por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1754073430664136por
dc.description.resumoA partir de uma abordagem teórica queer, esta dissertação explora a constituição de uma pedagogização do sexo (FOUCAULT, 2007) no contexto brasileiro do final do século XIX. Por meio de uma análise sócio-histórica, parte do romance O Ateneu de Raul Pompéia e suas problemáticas buscando fornecer elementos para a compreensão do crescente disciplinamento da sexualidade infantil voltado para a prevenção de sua suposta vulnerabilidade degenerativa. Acreditava-se que a sexualidade infantil e juvenil estava sob perigo e, devido à sua importância para o futuro da nação, devia ser controlada. O trabalho associa a análise da obra literária à dos demais discursos e práticas sociais vigentes para reconstituir a emergência do dispositivo histórico da sexualidade no Brasil, com especial atenção ao protagonismo médico-higiênico na esfera escolar. Explicita a importância da sexualidade no debate político da época sobre a nação, suas ameaças degenerativas e o papel que se atribuía ao ensino como base constitutiva de uma "coletividade saudável". Tal ideal apontava para a consolidação de uma sociedade heteronormativa, fundada na naturalização da heterossexualidade e na concomitante patologização das relações amorosas e sexuais entre pessoas do mesmo sexo.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Sociologia - PPGSpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record