Show simple item record

dc.creatorPinheiro, Tatiana Bianchini
dc.date.accessioned2016-09-20T13:36:17Z
dc.date.available2016-09-20T13:36:17Z
dc.date.issued2015-08-14
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/7252
dc.description.abstractThis paper considers the evolution of the student´s needs for assistance in the Federal University of Sao Carlos (UFSCar), in Brazil, after the implementation of the Affirmative Actions by the year 2013. It is considered the year 2007 as previous reference implementation of Affirmative Action, which took place in 2008. The research topic was chosen on the grounds that their results relating to a partial analysis of the implementation of a public policy process, can contribute to improving the effectiveness of this policy. The overall objective of this research was to analyze whether there were changes in the demand for student assistance, and sought to also check whether, after the implementation of affirmative action, changes were needed in the work routines of ProACE (Sector of community and student affairs of the UFSCar) and in their departments directly involved with the student assistance. The research also presents the partial survey about the year of implementation of Affirmative Action in Brazilian federal universities, and to this end, consultations were held on the websites of these federal universities. The focus in this case was to understand the context in which the UFSCar was inserted when it decided to set affirmative action policies for admission of students. The method used is an exploratory research, based on documentary and field research. The conclusion of the study is that there was a great evolution in demand for student assistance in the analyzed period, as growth of 157% in the number of fellows, the tenfold increase spending on assistance grants and increasing by 84% the number places in student housing in addition to the creation, in 2011, of a home assistance fellow, but that can not be attributed only to the implementation of Affirmative Action, because until 2012 the UFSCar was involved in the process of expanding of REUNI (a government policy of expansion of places in Brazilian universities). Despite of the PROACE departments having to serve more students than they used to do, it was not observed significant changes in the routine to serve wider public benefited by student assistance.eng
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopor
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectPolíticas públicaspor
dc.subjectAções afirmativaspor
dc.subjectEstudantes - programas de assistênciapor
dc.subjectAffirmative actionseng
dc.subjectStudent assistanceeng
dc.subjectPublic policieseng
dc.titleEvolução da demanda por assistência estudantil na UFSCar em função da implementação das ações afirmativas nos anos de 2007 a 2013por
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Caron, Monica Filomena
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3408975195954782por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3784718795741003por
dc.description.resumoO trabalho considera a evolução da necessidade dos alunos por assistência estudantil na UFSCar, após a implantação das Ações Afirmativas, até o ano de 2013. Considerou-se o ano 2007 como referência anterior a implantação das Ações Afirmativas, que ocorreu em 2008. O tema de pesquisa foi escolhido por considerar que seus resultados, relativos a uma análise parcial do processo de implantação de uma política pública, podem contribuir para melhorar a eficácia dessa política. O objetivo geral dessa pesquisa foi analisar se houve mudanças nas demandas por assistência estudantil, e buscou-se também verificar se, após a implantação das ações afirmativas, foram necessárias alterações nas rotinas de trabalho da ProACE (Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis) em seus departamentos diretamente envolvidos com a assistência estudantil. A pesquisa apresenta, também, o levantamento parcial realizado a respeito do ano de implantação das Ações Afirmativas nas universidades federais brasileiras, sendo que, para isso, foram feitas consultas nos sites dessas universidades federais. O foco, neste caso, era entender o contexto no qual a UFSCar estava inserida quando decidiu definir políticas de ações afirmativas para o ingresso de seus alunos. Como metodologia, realizou-se uma pesquisa exploratória, a partir de pesquisas documentais e de campo. A conclusão do trabalho é de que houve grande evolução na demanda por assistência estudantil no período analisado, como o crescimento de 157% do número de bolsistas, o aumento de dez vezes o gasto com bolsas assistenciais e o aumento em 84% do número de vagas em moradias além da criação, em 2011, da bolsa-moradia, mas que não pode ser atribuído somente à implantação das Ações Afirmativas, pois até 2012 a UFSCar estava envolvida no processo de expansão de vagas do REUNI. Apesar de os departamentos da ProACE terem que atender mais alunos do que estavam acostumados, não foram percebidas mudanças significativas na rotina para atender o maior público beneficiado por assistência estudantil.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Gestão de Organizações e Sistemas Públicospor
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAOpor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record