Show simple item record

dc.creatorCarrocci, Juliana Baggio
dc.date.accessioned2016-06-02T18:57:36Z
dc.date.available2011-10-07
dc.date.available2016-06-02T18:57:36Z
dc.date.issued2011-08-03
dc.identifier.citationCARROCCI, Juliana Baggio. Analysis of the landscape dynamics in a region of corumbatai river watershed-sp and its implications for gene flow between populations. 2011. 104 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de São Carlos, Araras, 2011.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/109
dc.description.abstractThe Corumbataí River watershed is one of the most degraded areas of the Sao Paulo State due to historical process of use and occupation of their lands. As a result, structural forest fragmentation occurred. These conditions the communities composition and diversity are changed as well as biotic interactions, interfering in gene flow between isolated populations and thus the sustainability of forest remnants. The purpose of this study was to evaluate the changes in land use and cover in the region of Savannah Reserve of Corumbatai, between the years 1978, 1988 and 2000, and its theoretical consequences for gene flow via pollen between populations, using as indicators of habitat quality Euglossina bees. As methodological procedures were used geoprocessing techniques and landscape metrics. The results showed that the process of expansion and intensification of agriculture, especially of sugar cane crop, between the years analyzed was the main cause of deforestation in the region between the period 1978 to 2000, and the savannah was to forest formation the most affected. This process acted in the landscape structural connectivity due to simplify the landscape mosaic, reducing the average size of fragments and increasing isolation among fragments, influencing the functional connectivity of the area to the Euglossina flow. This was mainly due to increasing in the proportion of sugar cane area, crop considered as a barrier to the flow of Euglossina and the reduction of habitats. The results showed that in the study area occurred structural fragmentation process, reflecting in the viii landscape connectivity. This occurred due to inadequate process for use and occupation of land, even after the establishment of conservationists public politics.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAgroecologiapor
dc.subjectHabitat (Ecologia) - fragmentaçãopor
dc.subjectAbelhas euglossinapor
dc.subjectConservação da biodiversidadepor
dc.subjectHabitat fragmentationeng
dc.subjectEuglossina beeseng
dc.subjectBiodiversity conservationeng
dc.titleAnálise da dinâmica da paisagem em uma região da bacia do rio Corumbataí-SP e suas consequências para o fluxo gênico entre populaçõespor
dc.title.alternativeAnalysis of the landscape dynamics in a region of corumbatai river watershed-sp and its implications for gene flow between populationseng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Piña-Rodrigues, Fátima Conceição Márquez
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3123312021353708por
dc.description.resumoA Bacia do rio Corumbataí é uma das áreas mais degradadas do Estado de São Paulo em função do processo histórico de uso e ocupação de suas terras. Como resultado, a paisagem sofreu processo de fragmentação florestal estrutural. Nestas condições, a composição e diversidade das comunidades são alteradas assim como as interações bióticas, interferindo no fluxo gênico entre populações isoladas e na sustentabilidade dos remanescentes florestais. O objetivo deste trabalho foi avaliar as mudanças no uso e cobertura da terra na região da Reserva de Cerrado de Corumbataí, entre os anos de 1978, 1988 e 2000 e suas consequências teóricas para o fluxo gênico via pólen entre populações, utilizando-se como biondicadores as abelhas da sub-tribo Euglossina. Como procedimentos metodológicos foram utilizados técnicas de geoprocessamento e métricas da paisagem. Os resultados mostraram que o processo de expansão e intensificação da agricultura, sobretudo da cultura da cana-de-açúcar, entre os anos analisados foi a principal causa do desmatamento verificado na região entre o período de 1978 a 2000, sendo o Cerrado a formação florestal que mais sofreu. Este processo agiu na conectividade estrutural da paisagem com a simplificação do mosaico da paisagem, redução da área média dos fragmentos e aumento no isolamento, influenciando a conectividade funcional da área ao fluxo de Euglossina. Isto ocorreu principalmente devido ao aumento na proporção da área ocupada por cana-de-açúcar, cultura considerada impermeável ao fluxo destas abelhas, vi somada à redução da proporção de habitats. Os resultados permitem concluir que a região sofreu processo de fragmentação estrutural com consequências para a conectividade da paisagem devido ao processo inadequado de uso e ocupação das terras, mesmo após o estabelecimento de políticas públicas conservacionistas.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Ruralpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record