Show simple item record

dc.creatorBernardino, Mayara Cristina
dc.date.accessioned2016-06-02T19:16:43Z
dc.date.available2015-05-27
dc.date.available2016-06-02T19:16:43Z
dc.date.issued2015-02-19
dc.identifier.citationBERNARDINO, Mayara Cristina. Representação da informação de bens culturais: construindo uma taxonomia no contexto das fazendas históricas paulistas. 2015. 167 f. Dissertação (Mestrado em Multidisciplinar) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/1154
dc.description.abstractThis research is in the context of Brazilian historic farms that were responsible, especially at national economic development from the cultivation of coffee between the seventeenth and nineteenth centuries. Different research groups have come together to develop and implement a methodology for cataloging and inventory cultural property of these farms making them available in a free software called Virtual Memory (VM). The VM is a system developed on an open source platform under GPL (General Public License), and allows you to store different types of historical collections, whether bibliographic, museum, archives, architectural and natural in a single database. It was initially developed by Science course researchers Computing, University of São Paulo (ICMC / USP), on the campus of São Carlos - SP, with its prototype ready for testing. Currently these surveys were concentrated in the project "Criteria and methodologies for carrying out the São Paulo cultural heritage inventories", supported by FAPESP. One of the results of this project was the development of a Standard Description Information (SDI) that supports the provision of content on VM. With this approach the following specific objectives were established: Compose a descriptive mapping of the studies developed in the Brazilian Information science concerning the development of concepts, theories, methods and tools focused on description, organization and representation of the National Rural Heritage. Recover, detail and describe the procedures already developed in earlier research, focused on the collection of words related to Paulista Rural Heritage. Specifically consider international standards for Organization and Retrieval in Information Science among them the ANSI / NISO Z39.19-2005. Develop an introductory structure of taxonomy, to be incorporated into the VM as a resource for indexing of cultural goods which are likely to be registered, listed. As a result, an initial structure was built in 3639 with taxonomy terms, hierarchically structured and with signs of use. The largest order related to the development of this memory environment ranges from the preservation of references of tangible and intangible heritage of Brazilian historic farms to the systematization of information that can improve the formulation of public policies for heritage education, and in this sense, any tool that allow optimize the recovery processes of information about cultural property, are welcome.eng
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Minas Gerais
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectOrganização da informaçãopor
dc.subjectRepresentação do conhecimentopor
dc.subjectTaxonomiapor
dc.subjectSão Paulo (Estado) - fazendas históricaspor
dc.subjectBens culturaispor
dc.subjectRepresentation of informationeng
dc.subjectTaxonomyeng
dc.subjectHistorical farms paulistaseng
dc.subjectCultural heritageeng
dc.titleRepresentação da informação de bens culturais: construindo uma taxonomia no contexto das fazendas históricas paulistaspor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Gracioso, Luciana de Souza
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4898201916360294por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2202213676146464por
dc.description.resumoEsta pesquisa se insere no contexto das fazendas históricas brasileiras que foram responsáveis, especialmente, pelo desenvolvimento econômico nacional a partir do cultivo do café entre os séculos XVII e XIX. Diferentes grupos de pesquisa se reuniram para desenvolver e aplicar uma metodologia para catalogar e inventariar bens culturais destas fazendas tornando-os disponíveis em um software livre chamado Memória Virtual (MV). O MV é um sistema desenvolvido em uma plataforma de software livre, sob licença GPL (General Public Licence), e permite armazenar diferentes tipos de acervos históricos, sejam bibliográficos, museológicos, arquivísticos, arquitetônicos e naturais em uma única base de dados. Foi inicialmente desenvolvido por pesquisadores do curso de Ciência da Computação da Universidade de São Paulo (ICMC/USP), no campus de São Carlos SP, estando seu protótipo já pronto em fase de testes. Atualmente estas pesquisas foram concentradas no projeto Critérios e metodologias para a realização de inventários do patrimônio cultural paulista , apoiado pela FAPESP. Um dos resultados deste projeto foi a elaboração de um Padrão de Descrição da Informação (PDI) que serve de apoio ao provimento de conteúdos no MV. Neste contexto, tivemos como objetivo geral elaborar um instrumento de linguagem, especificamente uma taxonomia, para ser utilizado como apoio da indexação de conteúdo no MV. Com este enfoque foram estabelecidos os seguintes objetivos específicos: Compor um mapeamento descritivo dos estudos desenvolvidos no âmbito da Ciência da informação brasileira que dizem respeito ao desenvolvimento de conceitos, teorias, métodos e instrumentos voltados à descrição, organização e representação do Patrimônio Rural Nacional. Recuperar, detalhar e descrever os procedimentos já desenvolvidos em pesquisas anteriores, voltados à coleta de palavras relacionadas ao Patrimônio Rural Paulista. Analisar especificamente as normas internacionais para Organização e Recuperação da Informação em Ciência da Informação dentre elas a ANSI/NISO Z39.19-2005. Desenvolver uma estrutura introdutória de taxonomia, a ser incorporado no MV como recurso para indexação dos bens culturais que poderão vir a ser cadastrados, elencados. Como resultado, foi construída uma estrutura inicial de taxonomia com 3639 termos, estruturados hierarquicamente e com sinalizações de uso. O intuito maior relacionado ao desenvolvimento deste ambiente de memória vai desde a preservação das referências dos patrimônios materiais e imateriais das fazendas históricas brasileiras até a sistematização de informações que possam aperfeiçoar a elaboração de políticas públicas voltadas a educação patrimonial, e neste sentido, qualquer ferramenta que permita otimizar os processos de recuperação da informação sobre bens culturais, são bem vindos.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedadepor
dc.subject.cnpqOUTROSpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record