Show simple item record

dc.creatorLeme, Marina Koketsu
dc.date.accessioned2016-06-02T18:57:44Z
dc.date.available2013-01-31
dc.date.available2016-06-02T18:57:44Z
dc.date.issued2012-08-15
dc.identifier.citationLEME, Marina Koketsu. Urban agriculture in the city of rio claro (sp): production and public policy. 2012. 119 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/141
dc.description.abstractThe importance of Urban Agriculture (UA) has been increasingly recognized in recent years. It emerges as an important survival strategy, especially for the poorest population who can consume and sell the food produced. It also has other advantages such as occupation of empty spaces, maintenance of green areas and the producers' increase of their self-esteem. But the practice also has certain barriers that require care, as the misuse of pesticides, the possibility of food contamination by water or land, theft of crops and other risks. The municipality of Rio Claro (SP), the object of the present study, is an example of a city that has several types of UA initiatives, however there is still no specific legislation directed to the sector. Thus, we sought to conduct an analysis of these urban gardens in the city considering the optical output and public policies. The field research included observations and interviews, using semistructured questionnaire applied to farmers responsible for the gardens. From the analysis of the results it's noted that the gardens in Rio Claro are still few, occupying a small area. Despite the difficulties, the UA provided, in general, an improvement in the respondents' quality of life. Moreover, the practice of UA has great potential for expansion and could be better exploited in the city. Thus some actions are required by the municipality to encourage urban agriculture in the city, extending its benefits and reducing its drawbacks.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAgricultura urbanapor
dc.subjectTrabalhopor
dc.subjectLazerpor
dc.subjectUrban agricultureeng
dc.subjectworkeng
dc.subjectleisureeng
dc.titleAgricultura urbana em Rio Claro (SP): produção e políticas públicaspor
dc.title.alternativeUrban agriculture in the city of rio claro (sp): production and public policyeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Pimentel, Andréa Eloisa Bueno
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734703Y9por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1927569399091860por
dc.description.resumoA importância da Agricultura Urbana (AU) vem sendo cada vez mais reconhecida nos últimos anos. Ela surge como uma importante estratégia de sobrevivência, principalmente para a população mais pobre que pode consumir e vender o alimento produzido. Além disso, possui outras vantagens como ocupação de espaços ociosos, manutenção de áreas verdes e aumento da autoestima dos produtores. Entretanto, a prática também tem certos entraves que exigem cuidados, como o uso indevido de agrotóxicos, possibilidade de contaminação dos alimentos através da água ou do solo, roubo dos cultivos, entre outros riscos. O município de Rio Claro (SP), objeto de estudo deste trabalho possui diversas iniciativas de AU. Contudo ainda não existe legislação específica voltada ao setor. Desta forma, buscou-se a realização de uma análise de hortas urbanas presentes no município, considerando as óticas da produção e as políticas públicas. A pesquisa de campo contemplou observações e entrevistas, utilizando questionário semiestruturado aplicado aos agricultores responsáveis pelas hortas. A partir da análise dos resultados, nota-se que as hortas existentes em Rio Claro são ainda de reduzido número, ocupando uma pequena área do município. Apesar das dificuldades, a AU proporcionou, de maneira geral, uma melhora na qualidade de vida dos entrevistados. Além disso, a prática da AU tem grande potencial de expansão e poderia ser melhor explorada no município. Desta forma, são necessárias algumas ações por parte da prefeitura a fim de incentivar a agricultura urbana na cidade, ampliando seus benefícios e reduzindo suas desvantagens.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Ruralpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record