Show simple item record

dc.creatorFreitas, Lucas Cordeiro
dc.date.accessioned2016-06-02T19:46:01Z
dc.date.available2008-07-25
dc.date.available2016-06-02T19:46:01Z
dc.date.issued2008-02-27
dc.identifier.citationFREITAS, Lucas Cordeiro. Sistema de avaliação de habilidades sociais (SSRS-BR) para crianças com deficiência mental : validação e padrões normativos. 2008. 112 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2008.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2991
dc.description.abstractThe international literature has shown that, in general, there is an impairment of social skills in mental disability and other frameworks for special educational needs. In the Brazilian context, there are few studies that assess social skills in children with mental disability and one of the reasons seems may be a lack of assessment tools validated and standardized for this population. Considering these shortcomings, the objectives of this research were: (a) assess psychometric properties of the Brazilian version of the Social Skills Rating System (SSRS-BR), forms answered by teachers and students, specifically internal consistency and convergent validity, in a sample of children with mental disabilities, (b) make the analysis of criterion validity, based on the comparison between the results of a sample of children with mental disabilities and children with typical development, and (c) to establish normative standards of the SSRS-BR for children with mental disabilities, compared to the patterns found for children with typical development. Participants of the survey 84 children with mental disabilities and their teachers, selected in a special school, which assessed social skills, behavior problems and academic competence using SSRS-BR. About internal consistency, were found positive and significant correlations between the global scales and all subscales of the same construct, and positive correlations between the scales of social skills and academic competence and negative between the scales of social skills and behavior problems. Regarding the criterion validity in the evaluation by students, it was observed that in a global scale of social skills and in five of the subscales (responsibility, empathy, assertiveness, self-control and expression of positive feeling), the instrument was able to differentiate, significantly, the groups of children with and without disability. The version for evaluation by teachers was able to discriminate significantly groups with and without disabilities in the global scales of social skills, behavior problems and academic competence and in the subscales of self-control, internalizing problems and externalizing problems. The convergent validity was not satisfactory, because there was no correlation between the global scales and subscales common in the forms of evaluation by students and by teachers. Differences were observed between the normative standards for children with and without disability, in both instruments, and the disabled group showed lower cut-off points for the scales of social skills and academic competence and higher for the scale of behavior problems. This study allows provide the scales of SSRS-BR for use in future researches, assessment procedures and programs of intervention in the area of Social Skills Training, in children with mental disabilities.eng
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Minas Gerais
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectInteração socialpor
dc.subjectHabilidades sociaispor
dc.subjectDeficiência mentalpor
dc.subjectAvaliaçãopor
dc.subjectPsicometriapor
dc.subjectTestes psicológicospor
dc.titleSistema de avaliação de habilidades sociais (SSRS-BR) para crianças com deficiência mental : validação e padrôes normativospor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Del Prette, Zilda Aparecida Pereira
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8113238388739093por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9607932972038616por
dc.description.resumoA literatura internacional tem mostrado que, em geral, existe um comprometimento das habilidades sociais na deficiência mental e outros quadros de necessidades educacionais especiais. No contexto brasileiro, ainda são poucos os estudos que avaliam as habilidades sociais em crianças com deficiência mental e um dos motivos parece ser a carência de instrumentos de avaliação validados e normatizados para essa população. Considerando essas lacunas, os objetivos da presente pesquisa foram: (a) avaliar propriedades psicométricas da versão brasileira do Sistema de Avaliação de Habilidades Sociais (SSRSBR), formulários respondidos pelos professores e estudantes, especificamente consistência interna e validade convergente, em uma amostra de crianças com deficiência mental, (b) efetuar a análise de validade de critério, com base na comparação entre os resultados de uma amostra de crianças com deficiência mental e crianças com desenvolvimento típico e (c) estabelecer padrões normativos do SSRS-BR para crianças com deficiência mental, em comparação com os padrões encontrados para crianças com desenvolvimento típico. Participaram da pesquisa 84 crianças com deficiência mental e seus professores, selecionados em uma escola especial, que avaliaram habilidades sociais, problemas de comportamento e competência acadêmica utilizando o SSRS-BR. Quanto à consistência interna, foram observadas correlações positivas e significativas entre a escala global e todas as subescalas de um mesmo construto e ainda correlações positivas entre as escalas de habilidades sociais e competência acadêmica e negativas entre as escalas de habilidades sociais e problemas de comportamento. No que se refere à validade de critério, na avaliação por estudantes, foi observado que na escala global de habilidades sociais e em cinco das subescalas (responsabilidade, empatia, assertividade, autocontrole e expressão de sentimento positivo), o instrumento foi capaz de diferenciar, significativamente, os grupos de crianças com e sem deficiência mental. A versão de avaliação pelos professores foi capaz de discriminar significativamente grupos com e sem deficiência nas escalas globais de habilidades sociais, problemas de comportamento e competência acadêmica e nas subescalas de autocontrole, autodefesa, problemas internalizantes e problemas externalizantes. A validade convergente não se mostrou satisfatória, uma vez que não houve correlações entre as subescalas e escalas globais comuns existentes nos formulários de avaliação por estudantes e por professores. Foram observadas diferenças entre os padrões normativos para crianças com e sem deficiência mental, nos dois instrumentos, sendo que o grupo com deficiência apresentou pontos de corte mais baixos para as escalas de habilidades sociais e competência acadêmica e mais altos para a escala de problemas de comportamento. Esse estudo permite disponibilizar as escalas do SSRS-BR para a utilização em futuras pesquisas, processos de avaliação e programas de intervenção na área do Treinamento das Habilidades Sociais, em crianças com deficiência mental.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educação Especial - PPGEEspor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record