Show simple item record

dc.creatorLotto, Mariana de Castro
dc.date.accessioned2016-06-02T18:57:27Z
dc.date.available2010-08-13
dc.date.available2016-06-02T18:57:27Z
dc.date.issued2008-12-15
dc.identifier.citationLOTTO, Mariana de Castro. Avaliação da contaminação de alface (Lactuca sativa) por coliformes termotolerantes e Escherichia coli em sistemas de cultivo orgânico e convencional. 2008. 94 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal de São Carlos, Araras, 2008.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/73
dc.description.abstractLettuce (Lactuca sativa) is the most consumed vegetable in Brazil, being classified as an important food, to be a rich source of vitamins. According to the practices adopted, its cultivation can be organic or conventional. However, lettuce can be a transmitter of pathogenic microorganisms to humans, as thermotolerant coliforms and Escherichia coli, since it is in contact with these contaminants often present in soil, water, in natural inputs (poultry litter) providing their development and survival. This research aimed to assess quantitatively the presence of thermotolerant coliforms and E. coli in water for irrigation and washing water, and the not washed and washed lettuce, grown under organic and conventional systems. The samples were collected in ten farms, five under organic and five under conventional systems, located at the cities of Ibiúna, Jaguariúna, Campinas e Morungaba - SP. In the laboratory, the samples were submitted to the analysis by the technique of counting the Most Probable Number. The results show that water for irrigation was considered one of the main factors responsible for contamination of lettuce, as showed by the presence ofhigh rate of thermotolerant coliforms and E. coli, independent of the cultivation system. However, the conventional system had been showing levels of contamination by thermotolerant coliforms and E. coli in water higher thanin organic system. In lettuce, pre washing contributed to the reduction of contamination by thermotolerant coliforms and E. coli in the product; however contamination by thermotolerant coliforms was considered high in the both cultivation systems. Moreover, others practices used in the farm such as personal hygiene, the inappropriate use of compost and the presence of animals in the areas of crops are source of contamination.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAlfacepor
dc.subjectColiformespor
dc.subjectEscherichia colipor
dc.subjectCultivo orgânicopor
dc.subjectCultivo convencionalpor
dc.subjectColiformes termotolerantespor
dc.subjectÁgua de irrigação e água de pré lavagempor
dc.subjectLettuceeng
dc.subjectThermotolerant coliformseng
dc.subjectEscherichia colieng
dc.subjectOrganic systemeng
dc.subjectConventional systemeng
dc.subjectWater for irrigation and washing watereng
dc.titleAvaliação da contaminação de alface (Lactuca sativa) por coliformes termotolerantes e Escherichia coli em sistemas de cultivo orgânico e convencionalpor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Valarini, Pedro José
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9101386053957180por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3446310803696904por
dc.description.resumoA alface (Lactuca sativa) é a hortaliça folhosa mais consumida no Brasil, sendo classificada como um importante alimento para a população por ser uma rica fonte de vitaminas. Em função das práticas adotadas, o seu cultivo pode ser orgânico ou convencional. No entanto, alface pode ser um veículo transmissor de microrganismos patogênicos ao homem, como coliformes termotolerantes e Escherichia coli, uma vez que se encontra em contato com esses contaminantes presentes freqüentemente no solo, na água, nos insumos naturais (cama de frango) propiciando o desenvolvimento e a sobrevivência dos mesmos. O objetivo deste trabalho foi avaliar, quantitativamente, a presença de coliformes termotolerantes e de E.coli em água de irrigação e de pré-lavagem, assim como, o produto alface não lavada e pré-lavada, cultivada sob cultivo orgânico e convencional, em relação à recomendação da ANVISA. As coletas foram realizadas em dez propriedades, cinco de cultivo orgânico e cinco de cultivo convencional, localizadas nas cidades de Ibiúna, Jaguariúna, Campinas e Morungaba - SP. Em laboratório, as amostras foram submetidas à análise de tubos múltiplos e série bioquímica e procedeu-se a avaliação pela técnica de contagem do Número Mais Provável. Os resultados mostraram um alto índice de coliformes termotolerantes e E. coli na água de irrigação, sendo um fator importante pela contaminação da alface, independente do sistema de cultivo. Todavia, o cultivo convencional apresentou índices de contaminação por esses microrganismos na água superiores ao do cultivo orgânico. No produto alface, a pré-lavagem contribuiu para a redução da contaminação por coliformes termotolerantes e E. coli, entretanto a contaminação pelo primeiro foi mais alta em ambos os sistemas de cultivos. Além disso, outras práticas utilizadas nas propriedades como a higiene pessoal, o uso de adubos compostados inadequados e a presença de animais nas áreas de cultivo são fontes de contaminação.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Ruralpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIASpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record