Mostrar registro simples

dc.creatorSilva, Danitza Dianderas da
dc.date.accessioned2016-06-02T19:35:44Z
dc.date.available2012-05-29
dc.date.available2016-06-02T19:35:44Z
dc.date.issued2012-02-27
dc.identifier.citationSILVA, Danitza Dianderas da. Bakhtin e Paulo Freire : a relação do eu e do outro e as relações dialógicas para a prática da liberdade. 2012. 143 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2275
dc.description.abstractThis doctoral thesis is part of the line of research Teaching and Learning Processes . The aim of this study was to discuss dialogical relations between the self and the other on the perspectives of the authors Bakhtin and Paulo Freire, in order to promote the practice of freedom within the school. We conducted this discussion including the concepts of ethics, aesthetics, ideology, consciousness and language. Both authors emphasize the historical, subjective and ideological character in the formation of the self and the other and the dialogical relations emphasizing the horizon of possibilities that constitutes them. We stress that the action of teaching can encourage the practice of listening in their training, as well as in the student s; it also brings forward the importance of the teacher in the learning how to read the world and the word, favoring the quest for transformation and freedom. We can notice that in the schooling process the reading and writing practice may allow us teachers and students, to become critics and show responsiveness, thus, to search for liberty and transformation. It was possible to be noticed, along our study, that the self is, in Freirean and Bakhtinian perspective, necessarily formed by the interaction with the other, an important relation in the formation of consciousness, ideology, and also of responsibility (ethics combined with aesthetics), that conceive different dialogical relations, without which they may not be, without a self, without an other. We were able to observe the different dialogical relations for Bakhtin and Paulo Freire which allow the formation of a self commited to an other, to the world, in search for freedom. We conducted the discussion on education, regarding specifically the role of the progressive educator in teaching, and the importance of literacy, the reading the world, the reading and writing words. Hopefully this study will contribute to understanding the relations between the self and the other, between the teacher and the student, within school and in life.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEducaçãopor
dc.subjectLinguagempor
dc.subjectAlfabetizaçãopor
dc.subjectBakhtinpor
dc.subjectPaulo Freirepor
dc.subjectRelações dialógicaspor
dc.subjectRelações eu e outropor
dc.subjectLiberdadepor
dc.subjectBakhtineng
dc.subjectDialogical relationseng
dc.subjectFreedomeng
dc.subjectLanguageeng
dc.subjectPaulo Freireeng
dc.subjectSelf and other relationseng
dc.titleBakhtin e Paulo Freire : a relação do eu e do outro e as relações dialógicas para a prática da liberdadepor
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Reyes, Cláudia Raimundo
dc.contributor.advisor1Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4793476E9por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7424347427670405por
dc.description.resumoA presente tese de doutorado insere-se na linha de pesquisa de Processos de Ensino e de Aprendizagem. O objetivo dessa tese foi discutir as relações dialógicas e do eu e do outro nas perspectivas dos autores Bakhtin e Paulo Freire, no sentido de favorecer uma prática da liberdade no âmbito escolar. Realizamos essa discussão incluindo os conceitos de ética, estética, ideologia, consciência e linguagem. Ambos os autores destacam o caráter histórico, subjetivo e ideológico na formação do eu e do outro e das relações dialógicas, enfatizando o horizonte de possibilidades que os constitui. Destacamos que a ação docente pode incentivar a prática da escuta em sua formação e na do educando, bem como traz à luz a importância do docente na aprendizagem da leitura de mundo e da palavra, favorecendo a busca pela transformação e liberdade. Podemos perceber que no processo de escolarização a prática da leitura e da escrita pode permitir a nós professores e educandos que nos tornemos críticos e que tenhamos responsividade e assim, juntos façamos a busca pela liberdade e a transformação. Notamos ao longo de nosso estudo que o eu se forma necessariamente na perspectiva bakhtiniana e freireana pela interação com o outro, numa importante relação na formação da consciência, da ideologia, juntamente com a responsabilidade (ética aliada à estética), que concebem diferentes relações dialógicas, sem as quais não se fazem presentes sem um eu, sem um outro. Pudemos verificar as diferentes relações dialógicas para Bakhtin e para Paulo Freire que possibilitam a formação de um eu comprometido com um outro, com o mundo em busca da liberdade. Realizamos a discussão no âmbito da educação, especificamente em relação ao papel do educador progressista, no que se referia à prática do ensino, à importância da alfabetização, da leitura do mundo, da leitura e da escrita das palavras. Esperamos que com esse estudo possamos contribuir para a compreensão de como se dá a relação entre o eu e o outro, entre o educador e o educando no âmbito escolar e na vida.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educaçãopor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples