Mostrar registro simples

dc.creatorSantos, Marcelo Gonzaga dos
dc.date.accessioned2016-06-02T19:39:44Z
dc.date.available2014-07-23
dc.date.available2016-06-02T19:39:44Z
dc.date.issued2013-09-25
dc.identifier.citationSANTOS, Marcelo Gonzaga dos. Integrated souls: Educational Policy, Moral and Civic Education and Citizen Training in Military Dictatorship (Brazil-1964/1974). 2013. 1 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2013.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2716
dc.description.abstractCompleted nearly half a century to the advent of the military coup, it is necessary to the resumption of a reflection on the impact of the military regime in the Brazilian education. Although the conquest of the State of democratic law have achieved more than twenty years, the legacy of the military dictatorship educational public policy and, even, about the social imaginary is still present. Some brands of the impact of the military regime in Brazilian education are, even today, Government speeches and us candied policy proposals of attendance at educational demands, such as: the linking of public education to the interests and needs of the market; investment in the private sector and encouraging voluntarism, to meet the responsibility of the State; the quantitative expansion of public education, with compromised quality and low cost for the Government; imposing the use of materials and teaching resources by the State; and the disqualification of teachers. The purpose of this study is, through the authoritarian political discourse on education and its embodiment in public policy, understand how the implementation of moral discipline and civic. The main source of this research is the magazine Documents, Official Journal of the federal Government. Starting from the analysis of laws, decrees, opinions, speeches and articles published in the magazine Documents, seeks to understand the implementation of public policies aimed at educational and Civic Moral education. Knowing of the legacy that the authoritarian State left for the Brazilian society, is considered essential to revisit some aspects of educational policy deployed during this period, because the more we understand the past, more clearly sees this.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Embargadopor
dc.subjectEducação moral e cívicapor
dc.subjectDitadura militarpor
dc.subjectFormação do indivíduo conteúdo escolarpor
dc.subjectCivismopor
dc.subjectCivilityeng
dc.subjectCivil - military dictatorshipeng
dc.subjectMoral and civic educationeng
dc.subjectTraining of the individualeng
dc.titleAlmas integradas: Política educacional, Educação Moral e Cívica e formação do cidadão na ditadura militar (Brasil-1964/1974)por
dc.title.alternativeIntegrated souls: Educational Policy, Moral and Civic Education and Citizen Training in Military Dictatorship (Brazil-1964/1974)eng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Rothen, José Carlos
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1942510389127549por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0382495437104833por
dc.description.resumoCompletado quase meio século do advento do golpe militar, faz-se necessário a retomada de uma reflexão sobre o impacto do regime militar na educação brasileira. Apesar de a conquista do Estado de direito democrático ter alcançado mais de vinte anos, o legado da ditadura militar sobre as políticas públicas educacionais e, até mesmo, sobre o imaginário social ainda se faz presente. Algumas marcas do impacto do regime militar na educação brasileira encontram-se, ainda hoje, cristalizadas nos discursos governamentais e nas propostas políticas de atendimento às demandas educacionais, tais como: a vinculação da educação pública aos interesses e necessidades do mercado; o investimento na iniciativa privada e o incentivo ao voluntarismo, para suprir a responsabilidade do Estado; a expansão quantitativa do ensino público, com qualidade comprometida e baixo custo para o governo; a imposição da utilização de materiais e recursos didáticos pelo Estado; e a desqualificação dos professores. A finalidade deste estudo é, por meio do discurso político autoritário sobre a educação e sua materialização em políticas públicas, entender como se deu a implementação da disciplina de moral e cívica. A fonte principal desta pesquisa é a revista Documenta, periódico oficial do governo federal. Partindo da análise de leis, decretos, pareceres, discursos e artigos publicados na revista Documenta, procura-se compreender a implantação de políticas públicas educacionais voltadas à Educação Moral e Cívica. Sabendo-se do legado que o Estado autoritário deixou para a sociedade brasileira, considera-se imprescindível revisitar alguns aspectos da política educacional implantada neste período, pois quanto mais se compreende o passado, mais claramente se enxerga o presente.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educaçãopor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples