Show simple item record

dc.creatorSampedro, Paula Poiet
dc.date.accessioned2016-11-08T18:29:23Z
dc.date.available2016-11-08T18:29:23Z
dc.date.issued2016-08-16
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/8264
dc.description.abstractThe research herein is consolidated in fantastical narratives presented in animation movies allied with deep perception exploration. Its development aims to investigate how visual resources are used in animation movies to emphasize fantastical narratives in current contexts. The focus is placed on animations made by digital three-dimensional environment and on the use of stereoscopy working as tools that influence on the composition of narrative tension. The study is based upon the animation movies "How to Train Your Dragon" (DreamWorks, 2010), "How to Train Your Dragon 2" (DreamWorks, 2014) and "Frozen" (Disney, 2013) because of the fantastical storytelling, which evaluates their relations with stereoscopy's visuality and three-dimension digital space. At first a historical background to consolidate stereoscopy and animation techniques is described, which leads to contemporary cinematographic scenery and the use of 3D modeling. Then the research is directed to the study of film narratives previously mentioned followed by an evaluation of three-digital-dimensional language and the three-dimension characters building, in addition to their physical and psychological characteristics. In the end of the study, an analysis of the use of stereoscopy alongside with the narrative, characters and settings modeling of the three movies is proposed, verifying the stereoscopic space use in scenes with different dramatic intensity and how stereoscopy contributes to these narratives.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)por
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectAnimaçãopor
dc.subjectEstereoscopiapor
dc.subject3Dpor
dc.subjectModelagem digital 3Dpor
dc.subjectCinemapor
dc.subjectAnimationeng
dc.subjectStereoscopyeng
dc.subjectDigital Modelingeng
dc.titleEstudos da linguagem audiovisual em animações estereoscópicas : análise da representação tridimensional nas narrativaspor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Andrade, Leonardo Antônio de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3921612856948891por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8388039231523027por
dc.description.resumoO presente trabalho tem como foco as narrativas fantásticas apresentadas em filmes de animação, aliadas à exploração da percepção de profundidade. Seu desenvolvimento tem o intuito de investigar como recursos visuais são utilizados em filmes de animação para reforçar narrativas fantásticas dentro do contexto contemporâneo. O foco se mantém nas animações criadas em ambiente digital tridimensional e no uso da estereoscopia como ferramenta que influencia a tensão da composição narrativa. Para realizar esse estudo, tem-se como base os longas-metragens de animação 3D "Como Treinar Seu Dragão" (How To Train Your Dragon – DreamWorks, 2010), "Como Treinar Seu Dragão 2" (How To Train Your Dragon 2 – DreamWorks, 2014) e "Frozen: Uma Aventura Congelante" (Frozen – Walt Disney 2013) devido às narrativas de cunho fantástico, onde avalia-se a visualidade proposta pela estereoscopia e ambientação em espaço digital tridimensional. Inicialmente, é descrito um panorama histórico para consolidar as técnicas da estereoscopia e da animação, o qual culmina no cenário cinematográfico atual e no uso de modelagem 3D. Em um segundo momento, a pesquisa se direciona ao estudo das narrativas dos filmes supracitados, seguido de uma avaliação sobre a linguagem tridimensional digital e da criação de modelos tridimensionais dos personagens, suas características físicas e psicológicas. Por último, é proposta uma análise sobre o uso da estereoscopia em conjunto com a narrativa e a modelagem dos personagens e cenários nos três filmes, verificando o uso do espaço estereoscópico em cenas de diferentes intensidades dramáticas e as maneiras como a estereoscopia contribuiu com as narrativas fílmicas.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Imagem e Sompor
dc.subject.cnpqLINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTESpor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record