Show simple item record

dc.creatorValentim, Duane
dc.date.accessioned2018-05-25T21:07:32Z
dc.date.available2018-05-25T21:07:32Z
dc.date.issued2018-03-06
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/10118
dc.description.abstractIn this research we aim to present a didactic exercise that explores the different kinds of reported enunciation considering the operation of epilinguistic activity during the process of teaching and learning, contributing to the linguistic development of the students when working with the possibilities of operating with the language. The didactic exercise considers the knowledge of the students about their own language by observing, redesigning and comparing the statements, we believe we can contribute to the linguistic and cognitive development of students, leading them to enrich the discursive relations in their texts. The proposed herein objectives have as theoretical framework the Theory of Predicative and Enunciative Operations (TOPE), initiated by Culioli. Such theoretical assumptions can contribute to the configuration of a productive approach during the process of teaching and learning because of its operative model of linguistic and non- classificatory analysis. Regarding the methodological concern for the development of this work, we set our guide based on a theory of linguistic observable, performed by an analytical framework composed of primitive, predicative and enunciative relations, in which are installed, respectively, notions of semantic, syntactical and enunciation. With regard to the analysis of our corpus, we were able to identify that, although there is no explanation through metalanguage, students use different justifications regarding to the use of reported speech and reveal to understand what is involved in the linguistic exercise. Therefore, we infer that although language activity supposes a constant epilinguistic work, certain didactic exercises emerge the epilinguistic activity of the individual that when observed at the linguistic level by the students and by the teacher, it is possible to allow the students to rationalize their way of thinking and also helps the teacher leading the students to operate on their own representations.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectEnunciaçãopor
dc.subjectEnsino e aprendizagem de línguapor
dc.subjectEnunciação reportadapor
dc.subjectAtividade epilinguística.por
dc.subjectEnunciaciónspa
dc.subjectEnseñanza y aprendizaje de lenguasspa
dc.subjectCitaciónspa
dc.subjectActividad epilingüísticapor
dc.subjectEnunciationeng
dc.subjectTeaching and learning languageseng
dc.subjectReported speecheng
dc.subjectEpilinguistic activityeng
dc.titleProposta de trabalho didático sobre o conteúdo enunciação reportada sob uma abordagem enunciativapor
dc.title.alternativeProposal of a didactic work about the reported speech under the enunciative approacheng
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Onofre, Marilia Blundi
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4908382415301882por
dc.contributor.advisor-co1Valentim, Helena Virgínia Topa
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9857164065744798por
dc.description.resumoNesta tese, apresentamos uma proposta de exercício didático tendo em vista explorar as diferentes formas de enunciação reportada, buscando desenvolver a capacidade discursiva dos alunos por meio de um trabalho com a atividade epilinguística. O exercício didático que propomos leva em consideração o conhecimento do aluno sobre sua própria língua, instigando-o a pensar sobre a elaboração e reelaboração dos enunciados e conduzindo sua reflexão sobre os mecanismos enunciativos implicados no fenômeno linguístico da enunciação reportada, explorando, desse modo, questões que não são, comumente, consideradas pelo ensino. Pautamo-nos, tanto para a elaboração do exercício didático, como para a análise do corpus, na Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas (TOPE), iniciada por Culioli. Tais pressupostos teóricos podem auxiliar na configuração de uma abordagem produtiva para o ensino por ser um modelo operatório de análise linguística e não classificatório, contribuindo, desse modo, com o desenvolvimento da consciência linguística dos alunos ao trabalhar com as possibilidades de se operar com os processos de linguagem veiculados pela língua. A metodologia utilizada fundamenta-se em uma teoria dos observáveis linguísticos, realizada por meio de um referencial analítico composto pelas relações primitivas, predicativas e enunciativas, as quais instanciam, respectivamente, as noções semânticas, sintáticas e enunciativas. Com relação à análise do nosso corpus, pudemos identificar que, embora não haja explicação por meio de metalinguagem, os alunos recorrem a diferentes justificativas quanto ao uso da enunciação reportada e revelam compreender o que está em causa no exercício linguístico. Desse modo, inferimos que embora a atividade de linguagem suponha um constante trabalho epilinguístico, determinadas atividades didáticas fazem emergir o trabalho epilinguístico do sujeito que, ao ser observado no nível linguístico pelo aluno e pelo professor, pode permitir ao aluno racionalizar sobre sua forma de pensar e, ao professor, conduzir o aluno para que este opere sobre suas representações.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Linguística - PPGLpor
dc.subject.cnpqLINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApor
dc.subject.cnpqLINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADApor
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record