Show simple item record

dc.creatorMarquiafável, Vanessa Silva
dc.date.accessioned2016-06-02T20:24:59Z
dc.date.available2007-05-14
dc.date.available2016-06-02T20:24:59Z
dc.date.issued2007-03-29
dc.identifier.citationMARQUIAFÁVEL, Vanessa Silva. Um processo para a geração de recursos lingüísticos aplicáveis em ferramentas de auxílio à escrita científica.. 2007. 276 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2007.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/5647
dc.description.abstractWithin the context of academic research, English is the lingua franca for various scientific disciplines. It is also widely acknowledged that producing an acceptable academic text is anything but a simple and easy task. This is particularly more acute if the author is a novice researcher and English is not his/her first language. One possible solution to minimize this difficulty is the use of writing tools to assist novice researchers during different stages of the writing process. This could involve, for instance, quick and easy access to a collection of authentic linguistic resources extracted from published scientific papers. AMADEUS (Amiable Article Development for User Support) and SciPo (Scientific Portuguese) are good examples of this type of writing tools. AMADEUS is a resource which was designed to help non-native English users write academic texts. It focuses on the fields of Physics and Computer Science specifically. SciPo is a Web critiquing system for writing theses in Portuguese and focuses on the discipline of Computer Science. A variation of Scipo is SciPo- Farmácia, which is a web-based tool to assist non-native speakers of English in writing scientific papers in the field of Pharmaceutical Sciences. The main purpose of this dissertation is to elaborate a semi-automatic process to generate the necessary English linguistic resources required by supporting writing tools, such as the ones mentioned above. The primary aim is to enable researchers from various disciplines to develop their own aiding writing tool, customized to his/her specific field, with no need to refer to linguists, computer scientists and/or academic writing specialists for help. The semi-automatic process proposed here has been designed to include the knowledge which would be provided by these specialists. The main methodology adopted in this research derives from the discipline of Corpus Linguistics (we have used both corpus-based and corpus-driven approaches). This choice relies on the assumption that the success of such tools is strongly related to the corpus from which users collect well-written text extracts so that they can be recycled and reused in the text being produced. The semi-automatic process was evaluated in two ways: i) clearness and completeness of the manuals describing the linguistic resources and ii) quality of the linguistic resources generated and estimated time for developing all the necessary linguistic resources. For measuring the quality of the two evaluation stages, we have used the statistical system Kappa. The results ranged from k=0.72 e k=1.0. These figures can be interpreted as a good understanding of the tasks described in the manuals evaluated. The present research proves relevant in a number of aspects. It opens up the possibility of generating a computational tool to assist non-native English speakers in writing academic texts in any experimental field, by using the knowledge from the semiautomatic process only. It also promotes the use of supporting writing tools as didactic resource for teaching-learning scientific English and the use of metrics to evaluate rhetorical structure models. Last but not least, it produces a rhetorically annotated corpus which may be used for teaching-learning purposes or in natural language processing.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectLingüística processamento de dadospor
dc.subjectLingüística de corpuspor
dc.subjectLíngua inglesa - ensinopor
dc.subjectFerramenta de apoio à escrita científicapor
dc.subjectGênero textualpor
dc.titleUm processo para a geração de recursos lingüísticos aplicáveis em ferramentas de auxílio à escrita científica.por
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Aluisio, Sandra Maria
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4793072701914550por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7084417567970607por
dc.description.resumoNo ambiente acadêmico atual, a língua inglesa foi escolhida como a lingua franca da ciência nas mais variadas áreas do conhecimento. No entanto, sabe-se que a tarefa de produção de um texto científico adequado, no caso o artigo científico, não é fácil, principalmente se o escritor é iniciante nessa atividade e sua língua materna não é o inglês. Uma alternativa para esse problema é a utilização de ferramentas computacionais que apóiam as diferentes etapas do processo de escrita de um texto científico, cuja base seja formada por material lingüístico autêntico coletado de artigos científicos publicados e indexados de forma a facilitar seu rápido acesso. Dentre essas ferramentas, destacamos três em especial: o AMADEUS (Amiable Article Development for User Support), que apóia a escrita de artigos científicos em inglês nas áreas de Física e Computação, o SciPo, inspirado no AMADEUS, mas que apóia a escrita de teses e dissertações em português na área de Ciências da Computação e o SciPo-Farmácia, que dá suporte à escrita de artigos científicos em inglês na área de Ciências Farmacêuticas. O objetivo principal deste projeto de pesquisa foi formalizar um processo para a construção de recursos lingüísticos em inglês a serem usados em ferramentas de suporte à escrita científica semelhantes ao SciPo-Farmácia. A principal metodologia utilizada derivou da Lingüística de Corpus (usamos tanto a abordagem dirigida por córpus quanto baseada em córpus), pois a eficácia das ferramentas citadas, conforme experiências relatadas por seus desenvolvedores, está fortemente ligada ao fato de possuírem um córpus com textos da área de pesquisa do pesquisador-escritor, a partir do qual reutilizamse trechos bem-escritos na escrita de um novo artigo. A avaliação do processo aqui proposto se deu em dois momentos: i) na avaliação da clareza e da completude dos manuais de construção de recursos lingüísticos, e ii) na avaliação da qualidade dos recursos lingüísticos produzidos e elaboração de uma estimativa do tempo gasto na construção dos recursos lingüísticos descritos por esses módulos. A estatística Kappa foi escolhida para medir a qualidade do material produzido nas duas etapas, a qual indicou valores entre k=0.72 e k=1,0. Esses bons resultados podem ser atribuídos ao entendimento do conteúdo dos manuais utilizados na avaliação das tarefas contidas no processo proposto. Dentre as contribuições desta pesquisa podemos citar: a possibilidade de construção de recursos lingüísticos para gerar uma ferramenta de suporte à escrita científica em inglês para várias áreas que possuem a pesquisa experimental como foco, utilizando apenas as informações contidas no processo proposto; o auxilio na divulgação, via Web, de ferramentas computacionais de suporte à escrita enquanto recurso didático a ser utilizado no ensino-aprendizado de inglês científico; a divulgação de métricas para avaliação de modelos de estruturas esquemáticas propostas; e disponibilização de córpus anotados em nível retórico para serem usados em ferramentas de processamento de língua natural ou ensino.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Linguísticapor
dc.subject.cnpqLINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record