Show simple item record

dc.creatorMaia, Rubens Dias
dc.date.accessioned2016-06-02T20:25:01Z
dc.date.available2008-04-22
dc.date.available2016-06-02T20:25:01Z
dc.date.issued2008-02-25
dc.identifier.citationMAIA, Rubens Dias. O conceito de identidade na filosofia e nos atos de linguagem. 2008. 140 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2008.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/5661
dc.description.abstractDicionário de Análise do Discurso, of Charaudeau and Maingueneau, at the entry Identidade, affirms that the concept of identity is difficult to define. It is central for most human and social sciences, and it is the object of different definitions, some of which very vague. This encouraged the research about the concept and the word identity. The word is erudite, originated in philosophy, but the idea of identity is permanent and is related to other words of everyday use. This thing, this stuff. Since the time before Socrates there are theories about the concept of being and the principle of identity. It is in the use of language, with the demonstrative adjectives and verb forms that the identification of people occurs, the speaker reveals itself in opposition to the listener: identity and alterity. We intend to demonstrate that the concept of identity has always been linked to the concept of being. Everything has identity if it is a being with internal unity, distinct from others, if it has its own coherence, if it presents its truth and its value. The principle of identity has a negative formulation in the principle of noncontradiction, which guarantees the coherence of both language and communication. Language, however, is not always logical. Sometimes, it seems to contradict the principle of non-contradiction. Language needs the resources for identification: the definition, the metalanguage, the metadiscourse of the speaker, when the speaker can remake his own speech, correct himself, and prevent misunderstandingseng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSerpor
dc.subjectIdentidadepor
dc.subjectAlteridadepor
dc.subjectIgualdadepor
dc.subjectBeingeng
dc.subjectIdentityeng
dc.subjectAlterityeng
dc.subjectSimilarityeng
dc.subjectEqualityeng
dc.subjectDifferenceeng
dc.titleO conceito de identidade na filosofia e nos atos de linguagempor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Miotello, Valdemir
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9131819326282708por
dc.description.resumoO Dicionário de Análise do Discurso, de Charaudeau e Maingueneau, no verbete Identidade afirma que: O conceito de identidade é difícil de definir. Ele é ao mesmo tempo central na maior parte das ciências humanas e sociais, e é objeto de diferentes definições, algumas das quais são muito vagas . Tudo isso motivou a pesquisa sobre o conceito e o termo identidade. O termo é erudito, formado na filosofia, mas a idéia identidade é permanente, e está relacionada com outras palavras de uso comum. Esta coisa, este negócio. Desde a época pré-socrática, encontramos teorias sobre o conceito do ser e o princípio de identidade. É no uso da língua, com os demonstrativos e formas verbais que acontece a identificação das pessoas, revela-se o sujeito em oposição ao interlocutor, identidade e alteridade. Pretendemos mostrar que o conceito de identidade sempre esteve ligado ao conceito de ser. Toda coisa tem identidade na medida em que é ser com unidade interna, distinto de outro, tem coerência própria, apresenta sua verdade e seu valor. O princípio de identidade tem formulação negativa no princípio de nãocontradição, que garante a coerência da linguagem e comunicação. A linguagem, porém, nem sempre é lógica. Parece, às vezes, contrariar o princípio de não-contradição. A língua procura os recursos de identificação: a definição, a metalinguagem, o metadiscurso do locutor, quando o locutor pode refazer sua própria enunciação, corrigir-se, e prevenir malentendidospor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Linguísticapor
dc.subject.cnpqLINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record