Show simple item record

dc.creatorKawachi, Guilherme Jotto
dc.date.accessioned2016-06-02T20:25:08Z
dc.date.available2011-04-07
dc.date.available2016-06-02T20:25:08Z
dc.date.issued2011-02-24
dc.identifier.citationKAWACHI, Guilherme Jotto. Estereótipos culturais em estágios avançados de aprendizado de inglês como língua estrangeira e seus desdobramentos para ensino e uso do idioma. 2011. 187 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/5708
dc.description.abstractThis Master Degree‟s research consists of an ethnographic investigation which is concerned with the study of issues related to interaction in a foreign language (FL), focusing on cultural differences and cultural stereotypes existing not only in interaction in broad social contexts, but also in the teaching-learning process of a FL. This way, relying mainly on the studies by Hall (1959), Kramsch (1993, 1998), Viana (2003) and Barbosa (2008), we aimed at discussing the occurrence of fixed / stabilized cultural images (stereotypes) in the speeches of learners of English as a Foreign Language (EFL), especially those belonging to advanced levels, trying to establish a possible relationship between the learners‟ linguistic proficiency and the stereotypes (about the English language and English speaking countries) that remain rooted in their minds even after several years of formal study of the target language. Our goal, with the studies developed, was the search for a wide understanding of the culturelanguage relationship, investigating the reasons why some stereotypes persist in the vision of proficient EFL students. Data were gathered in two different language institutes, by watching EFL classes (from different methodologies) and interviewing students with the objective of eliciting and analyzing factors that might influence the creation and maintenance of cultural pre-concepts, aiming at contributing to reflection and actions in the teaching-learning process of foreign / second languages. The results obtained indicate that culture is generally presented in a simplified and generalized way in EFL classes. There is, therefore, a need for a systematic approach to the teaching of culture in FL classes that contemplate the intrinsic relationship between language and culture, seeking the development of cultural sensitivity that might unravel stereotypes and contribute to develop critical students in the learning process and in the use of a foreign language.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectLinguística aplicadapor
dc.subjectLíngua inglesapor
dc.subjectCulturapor
dc.subjectEstereótipospor
dc.subjectProficiênciapor
dc.subjectNível avançado de proficiênciapor
dc.subjectCultureeng
dc.subjectStereotypeseng
dc.subjectAdvanced studentseng
dc.titleEstereótipos culturais em estágios avançados de aprendizado de inglês como língua estrangeira e seus desdobramentos para ensino e uso do idiomapor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Viana, Nelson
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6252579012192711por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4871972823086159por
dc.description.resumoEsta dissertação de mestrado constitui pesquisa qualitativa de cunho etnográfico, e está voltada para o estudo de questões relacionadas à interação em língua estrangeira (LE), enfocando diferenças culturais e estereótipos culturais existentes não somente na interação em contextos sociais amplos, mas no processo de ensino-aprendizagem de LE. Nesse sentido, pautando-nos fundamentalmente em Hall (1959), Kramsch (1993, 1998), Viana (2003) e Barbosa (2008), tivemos por objetivo apresentar e discutir ocorrências de imagens culturais estabilizadas (estereótipos) no discurso de aprendizes de Língua Inglesa (LI) como LE, especialmente aqueles pertencentes a níveis avançados de aprendizado da língua-alvo, buscando estabelecer uma possível relação entre a proficiência linguística dos aprendizes e os estereótipos (sobre a LI e sobre países cuja língua-materna é a LI) que permanecem enraizados em suas mentes mesmo após vários anos de estudo da língua-alvo. Nossa meta, com os estudos desenvolvidos, foi a busca por uma compreensão mais ampla da relação língua-cultura, investigando as razões pelas quais alguns estereótipos ainda persistem na visão de alunos proficientes em LI. Os dados foram coletados em duas escolas de idiomas, por meio de observação de aulas de inglês (de diferentes metodologias), questionários mistos e entrevistas semi-estruturadas com estudantes de LI, visando analisar os fatores que podem influenciar o desenvolvimento e a manutenção / continuação de pré-conceitos culturais, almejando, portanto, contribuir para reflexão e ação no processo de ensino-aprendizagem de LE. Os resultados obtidos revelam que cultura é comumente apresentada de maneira simplificadora e generalizada nas aulas de LI. Existe, portanto, uma necessidade de abordagens mais sistematizadas para o ensino de cultura nas aulas de LE que contemple a intrínseca relação entre língua e cultura, visando o desenvolvimento do conceito de sensibilidade cultural que possa contribuir para reflexões sobre estereótipos culturais e, consequentemente, para a formação de aprendizes críticos para atuação em contextos de uso de língua estrangeira.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Linguísticapor
dc.subject.cnpqLINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record