Show simple item record

dc.creatorBrino, Rachel de Faria
dc.date.accessioned2016-06-02T19:44:00Z
dc.date.available2007-04-02
dc.date.available2016-06-02T19:44:00Z
dc.date.issued2006-12-08
dc.identifier.citationBRINO, Rachel de Faria. Professores como agentes de prevenção do abuso sexual infantil: avaliação de um programa de capacitação.. 2006. 278 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2006.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2825
dc.description.abstractThe topic of this study is primary and secondary child sexual abuse (CSA) prevention in the educational area. The study goals involved planning, implementation and assessment of an intervention program in which teachers acted as CSA prevention agents. The first study step was the program planning based on others experiences described in the literature. Secondly, the program was implemented with 101 pre-school teachers in São Carlos, Brazil, 2.918 children (teachers students aged 4-6 years), and 2.732 children s family members. The program was implemented twice, with 52 and 49 teachers in the first and second time, respectively. Each group was divided into three sub-groups in order to receive the intervention. The program involved a theoretical section with teachers and a workshop conducted by teachers with children and family members. The third part involved the program assessment. Indicators of Sexual Abuse (IAS) data was obtained from 101 teachers at three different moments: before to the intervention, in the middle and at the end of the intervention. Teachers Drill on Child Abuse Identification data was obtained before and after the intervention. IAS and Family Members Drill on Child Abuse Identification data was obtained from 101 family members before and after the workshops conducted by teachers. The Drill on Self-Protective Skills Acquisition for Children data was obtained from 96 children before and after workshops conducted by teachers. IAS teachers results showed that they increased their knowledge about CSA specific symptoms. However, no changes in teachers knowledge about CSA nonspecific symptoms were observed. There was an increase in the percentage of appropriate answers from teachers in Teachers Drill on Child Abuse Identification. Family members IAS results showed no changes in their knowledge about CSA specific or non-specific symptoms. After the workshops, there was an increase in the percentage of appropriate answers by family members in Family Members Drill on Child Abuse Identification and children s performance in the Drill on Self-Protective Skills Acquisition for Children. In order to assess the impact of the program in the community, the number of CSA cases notified were identified from 2002 to 2005, in São Carlos. The data obtained showed an increase of CSA cases notified after the program, as well as an increase of reported cases involving young children s victimization. Simultaneously with the program, the teachers received consultation on how to identify CSA suspected cases in their schools. When sexual abuse suspicion was confirmed, the case was reported by teachers. In general, the program s assessment had an important impact in the schools and community as well. The need to plan and assess CSA preventive actions in others sectors of society is discussed.eng
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal de Sao Carlos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCrianças - abuso e negligênciapor
dc.subjectAbuso sexual - prevençãopor
dc.subjectAbuso sexual - capacitação de educadorespor
dc.subjectChild sexual abuseeng
dc.subjectPrimary and secondary preventioneng
dc.subjectTeachers trainingeng
dc.titleProfessores como agentes de prevenção do abuso sexual infantil: avaliação de um programa de capacitação.por
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Williams, Lúcia Cavalcanti de Albuquerque
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6962646759651464por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0235133592567485por
dc.description.resumoO tema desse estudo foi a prevenção do abuso sexual infantil na área educacional sob o ponto de vista primário e/ou secundário. Os objetivos do estudo foram elaborar, implementar e avaliar um programa de intervenção para professores no sentido de capacita-los a atuar como agentes de prevenção do abuso sexual infantil. A primeira etapa do estudo envolveu a elaboração do programa a partir de experiências de outros programas desenvolvidos, avaliados e descritos na literatura. Na segunda etapa, o programa elaborado foi realizado contando com a participação de 101 professores de Escolas Municipais Infantis do município de São Carlos, 2.918 crianças de 4 a 6 anos, alunos desses professores e 2.732 familiares das crianças. O programa foi realizado duas vezes em dois momentos distintos, sendo que os professores foram divididos em duas turmas de 52 e 49 profissionais respectivamente. As duas turmas foram subdivididas em três sub-grupos em cada momento da realização do programa. O programa envolveu uma parte teórica com os professores e uma parte prática (oficinas) feita pelos professores com as crianças e os familiares. A terceira etapa foi referente a avaliação do programa realizado. Todos os professores participantes do programa preencheram uma escala - Indicadores de Abuso Sexual IAS, em três momentos distintos, antes, no meio e após o término do programa. Além disso, foi aplicado um Exercício sobre Abuso Sexual antes e depois da intervenção. Os familiares também preencheram o IAS e responderam ao Exercício sobre Abuso Sexual antes e depois das oficinas realizadas pelos professores. As crianças responderam ao Exercício sobre Aquisição de Habilidades de Auto-proteção antes e depois das oficinas realizadas pelos professores. Os resultados obtidos na aplicação do IAS para os professores demonstraram que os mesmos melhoraram seu conhecimento sobre sintomas específicos do abuso sexual, mas mantiveram seu desempenho estável quanto aos sintomas inespecíficos. No Exercício os professores apresentaram um aumento na porcentagem de respostas adequadas após a intervenção. Para os familiares, os resultados obtidos na aplicação do IAS demonstram um desempenho estável tanto em relação a sintomas específicos quanto inespecíficos. Em relação ao Exercício os familiares apresentaram um aumento no percentual de respostas adequadas após as atividades práticas realizadas pelos professores. As crianças apresentaram aumento no percentual de respostas adequadas após as atividades práticas realizadas pelos professores. Como medida de avaliação adicional foi realizado um levantamento dos casos notificados de abuso sexual entre os anos de 2002 e 2005 no município de São Carlos para verificar o impacto do programa na comunidade. Os dados obtidos indicam um aumento no número de denúncias após a realização do programa e o surgimento de denúncias envolvendo crianças mais novas. Simultaneamente ao desenvolvimento do programa, foi realizada uma assessoria aos professores que identificassem suspeita de abuso sexual entre as crianças de sua escola. Dentre os casos em que foi prestada assessoria, todos aqueles em que ficou confirmada a suspeita foram encaminhados para denúncia. De maneira geral, a avaliação do programa verificou um importante impacto da realização do mesmo nas escolas e na comunidade, além de apontar a necessidade de se planejar e avaliar ações preventivas do abuso sexual em outros setores da sociedade.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educação Especialpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record