Mostrar registro simples

dc.creatorVitta, Fabiana Cristina Frigieri de
dc.date.accessioned2016-06-02T19:44:03Z
dc.date.available2004-11-22
dc.date.available2016-06-02T19:44:03Z
dc.date.issued2004-05-11
dc.identifier.citationVITTA, Fabiana Cristina Frigieri de. Cuidado e educação nas atividades do berçário e suas implicações na atuação profissional para o desenvolvimento e inclusão da criança de 0 a 18 meses.. 2004. 177 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2841
dc.description.abstractThe insertion of children from 0 to 18 months old in children educational institutions, especially in groups like day care centers, has promoted several studies related to factors which involve such situation. Once one believes that these institutions will not only provide experiences that promote the child s interaction with other people but also encourage the development of the motor, perceptive and cognitive aspects, propitiating maturity so that the child can reach the autonomy and independence, one can have, in theory, a motivating view. Such phase can be considered the first one of the inclusive education. This study aims at analyzing the daily activities proposed to the day care center as a resource for the development of children from 0 to 18 months old. Documents on children education were studied. The practices of seven professionals who work at two day care centers which are linked to the Municipal Secretary of Education in Bauru were observed and interviews were realized. Such day care centers were chosen because they belong to the Secretary of Education mentioned above and are, thus, closer to fit the official documents which legislate for the children education. Such instruments focused the daily activities developed with the children. The data were organized according to analytic categories the day care center role, the conception of educating, taking care and playing, deficiency and inclusion and the daily activities organization were detailed. Such data were also analyzed according to the qualitative approach, allowing the confrontation between the empirical and theoretical material. The outcomes showed that the official documents do not discuss much about such phase, thus, the relationship between the daily activities and their role in the child s development is inaccurate. The care activities are prioritized and become part of the child s education, once, from the professionals viewpoint, they have a disciplinary role. In such context, the inclusion of children with special needs has some restrictions which express the preconceived ideas about deficiency. These outcomes are justified not only by the lack of knowledge about the child s development and the factors around it but also by the fact that they link their activities to their personal experiences. Taking the current practice into account, one should make efforts towards professional improvement so that they can understand their actions, attributing to them an educational intention.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEducação infantilpor
dc.subjectBerçáriopor
dc.subjectFormação profissionalpor
dc.subjectChildren educationeng
dc.subjectDay care centerseng
dc.subjectInclusioneng
dc.subjectProfessional improvementeng
dc.titleCuidado e educação nas atividades do berçário e suas implicações na atuação profissional para o desenvolvimento e inclusão da criança de 0 a 18 meses.por
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Emmel, Maria Luisa Guillaumon
dc.contributor.advisor1Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4787566Z9por
dc.creator.Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4766098U4por
dc.description.resumoA inserção das crianças de 0 a 18 meses em instituições de educação infantil, mais especificamente em turmas designadas como berçário, tem gerado inúmeros estudos relacionados aos fatores que envolvem essa situação. Quando se pensa que essas instituições irão fornecer experiências que promovam a interação da criança com outras pessoas, além de estimular o desenvolvimento nos aspectos motor e percepto-cognitivo, propiciando maturidade para que ela caminhe na direção da conquista de autonomia e independência, temse, teoricamente, uma visão estimuladora, podendo essa fase ser considerada a primeira da educação inclusiva. Esse trabalho objetivou analisar as atividades propostas na rotina do berçário como recurso ao desenvolvimento da criança de zero a 18 meses. Foram estudados documentos sobre educação infantil e realizadas entrevistas e observações da prática de sete profissionais de berçários de duas creches vinculadas à Secretaria Municipal de Educação de Bauru. A escolha das creches vinculou-se à necessidade da mesma pertencer à referida secretaria, estando mais próxima de se adequar aos documentos oficiais que legislam sobre educação infantil. Tais instrumentos enfocaram as atividades de rotina desenvolvidas com as crianças. Os dados foram organizados segundo categorias analíticas função do berçário, conceito de educar, cuidar, brincar, deficiência e inclusão e detalhamento da organização das atividades da rotina e sofreram análise qualitativa, permitindo a confrontação entre o material empírico e o teórico. Os resultados mostraram que os documentos oficiais pouco discutem a fase em questão, deixando imprecisa a relação entre as atividades realizadas na rotina e seu papel no desenvolvimento da criança, sendo que as atividades de cuidados são priorizadas e passam a estar contidas na educação da criança, na medida em que, na visão das profissionais, têm função disciplinadora. Nesse contexto, a inclusão de crianças com necessidades especiais é vista com reservas, explicitando conceitos preconcebidos sobre deficiência. Esses resultados justificam-se pela falta de conhecimento acerca do desenvolvimento infantil e dos fatores que o envolvem e pelo fato de vincularem suas atividades às experiências pessoais. Considerando a prática existente, deve-se empreender esforços junto à formação das profissionais para que compreendam sua ação, dando-lhe intencionalidade educacional.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educação Especialpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIALpor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples