Show simple item record

dc.creatorPereira, Camila de Sousa
dc.date.accessioned2016-06-02T19:46:35Z
dc.date.available2007-07-06
dc.date.available2016-06-02T19:46:35Z
dc.date.issued2006-02-24
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/3205
dc.description.abstractConsidering that many researches show the importance of social skills not only for personal well-being but for a good professional performance as well, this research having as axis the theoretical-practical camp of Social Skill Training compares two samples of workers: (a) the ones with physical disability and (b) the ones without physical disability. The objectives in this study are: (1) to identify and compare the profile of workers with physical disability and workers without physical disability; (2) to classify and compare positive and negative aspects provided by the job; (3) to identify and compare the important social skills for the workplace; (4) to identify the importance of social skills in the workplace for the bosses; (5) to analyze and compare the social skills of workers with physical disability and workers without physical disability. Twenty-seven workers with physical disability (TDF), twenty-seven workers without physical disability (TND) and nine bosses (GS) participated in this study. The research has been done at five companies located in the inland of the state of São Paulo. The tools used were: Criterion Brazil, Interview, Checklist of Social Skills in Work and Inventory of Social Skills. The social-economic, social-demographic and Checklist results were analyzed according to the mean and standard deviation; the answers of the interview have been analyzed according to the category and frequency; in the Inventory of Social Skills the scores and the frequency have been considered. Finally, in the comparative analysis what was considered were the tendency (p<0,1) and significance (p<0,05), using Student t-Test (SPSS) and Chi-square test. As to the aspects provided by the job, TND presented more frequency of negative aspects than TDF. The analysis of the content has shown classes of positive aspects (Citizenship; Combination of Interest; Finances; Personal Appreciation; Professional Appreciation; Social Relations) and classes of negative aspects (Difficulty in Interpersonal Relations; Mechanical Work; Physical and Emotional Stress; Professional Worthless; Shift Work). In general, the results have shown that TDF and TND related a good repertoire of social skills and pointed out, together with GS, social skills in the workplace as very important. The comparative analysis has shown significant differences between TDF and TND. However, one concludes that the phenomena of physical disability must not constrain the body limit, because the social development of these people seems to suffer influence from both the context and the social relations as well as the social development of people without physical disability.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEducação especialpor
dc.subjectHabilidades sociaispor
dc.subjectDeficiência físicapor
dc.subjectDeficientes físicos - relações de trabalhopor
dc.subjectQualificação profissionalpor
dc.subjectSocial skillseng
dc.subjectWorkeng
dc.subjectWorkers with physical disabilityeng
dc.subjectWorkers without physical disabilityeng
dc.subjectSpecial Educationeng
dc.titleHabilidades sociais em trabalhadores com e sem deficiência física: uma análise comparativa.por
dc.title.alternativeSocial skills in workers with and without physical disability: a comparative analysis.eng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Del Prette, Almir
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2191226494887247por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2000229988155180por
dc.description.resumoConsiderando que um grande número de estudos enfatiza a importância das habilidades sociais tanto para o bem-estar pessoal como para o bom desempenho profissional, esta pesquisa, tendo como eixo o campo teóricoprático do Treinamento de Habilidades Sociais, compara duas amostras de trabalhadores: (a) com deficiência física e (b) sem deficiência física. Os objetivos deste estudo são: (1) identificar e comparar o perfil de trabalhadores com e sem deficiência física; (2) classificar e comparar aspectos positivos e aspectos negativos associados ao trabalho; (3) identificar e comparar as habilidades sociais importantes para o contexto do trabalho; (4) identificar a importância das habilidades sociais no contexto do trabalho para os seus supervisores; (5) analisar e comparar as habilidades sociais de trabalhadores com e sem deficiência física. Participaram deste estudo 27 trabalhadores com deficiência física (TDF), 27 trabalhadores sem deficiência física (TND) e nove supervisores (GS). A pesquisa foi realizada em cinco empresas localizadas no interior do estado de São Paulo. Os instrumentos utilizados foram: Critério Brasil, Entrevista Estruturada, Checklist de habilidades sociais no trabalho e Inventário de Habilidades Sociais. Os resultados sócio-econômicos, sóciodemográficos e do Checklist foram analisados quantitativamente em medidas descritivas; as respostas das entrevistas foram analisadas qualitativamente por meio de análise de conteúdo e categorias temáticas, bem como quantitativamente por meio da freqüência das respostas; no Inventário de Habilidades Sociais foram considerados os percentis dos escores e a freqüência dos itens. Finalmente, na análise comparativa das respostas entre os participantes considerou-se a tendência (p<0,1) e a significância (p<0,05), utilizando-se o Teste-t de Student e o teste Chi-quadrado. Em relação aos aspectos associados ao trabalho, os TND apresentaram uma freqüência maior de aspectos negativos do que os TDF. A análise do conteúdo das respostas dos participantes possibilitou apresentar classes de aspectos positivos (Cidadania; Conciliação de Interesses; Finanças; Relações Sociais; Valorização Pessoal; Valorização Profissional) e classes de aspectos negativos (Desgaste Físico e Emocional; Desvalorização Profissional; Dificuldades Interpessoais; Jornada de Trabalho; Mecanização do Trabalho). Em geral, os resultados mostraram que tanto os TDF quanto os TND relataram repertório bom de habilidades sociais no escore total e nos escores fatoriais e apontaram, juntamente com o GS, as habilidades sociais no contexto do trabalho como muito importantes. A análise comparativa mostrou algumas diferenças significativas entre TDF e TND em cada um dos instrumentos. Contudo, conclui-se que o fenômeno da deficiência física não deve ser circunscrito aos limites corporais, pois o desenvolvimento social dessas pessoas parece sofrer as influências do ambiente e das relações sociais assim como o desenvolvimento social das pessoas sem deficiência física.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educação Especialpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record