Show simple item record

dc.contributor.authorFranceschini, Belinda Talarico
dc.date.accessioned2018-05-10T19:51:09Z
dc.date.available2018-05-10T19:51:09Z
dc.date.issued2017-04-03
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/9969
dc.description.abstractAgeing is a process which brings a number of biopsychosocial changes and, now a days, this process is a demographic reality due to population ageing. In view of this it’s seen the increase of the prevalence of cognitive changes and institutionalization in elderly people, both factors that are harmful for their health. This points out the necessity of a quality of life improvement strategy for elderly people, and the Animal-Assisted Therapy (AAT) is a strategy that has contributed to this. Therefore, the objective of this study is to evaluate the effectiveness of AAT, specifically Cinoterapia, in cognitive development and depressive symptoms of elderly people. This is an experimental study, therefore, it aims to explore the connection between the variables, and, specifically in this case, the relation between AAT and cognitive development of institutionalized elders. This study is the pre-test-post-test type, aiming to measure the individual level of change after the AAT intervention. The instruments used were Mini-Mental State Examination, verbal fluency test animals category and the Geriatric Depression Scale (15 points version). The location used for this study was a Long-Term Care Institution in São Carlos where thirteen residents with cognitive decline pointed by the instruments used agreed to participate. The participants were separated in two groups, the Experimental Group (subjected to intervention) and Control Group (not subjected to intervention).Based on the results of the instruments e and the behavior of the participants, the data collected before and after the test show us that AAT is an effective strategy for the cognitive performance and quality of life of institutionalized elders.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rights.uriAcesso abertopor
dc.subjectEducação especialpor
dc.subjectGerontologiapor
dc.subjectTerapia Assistida por Animaispor
dc.subjectIdosospor
dc.subjectCogniçãopor
dc.subjectSpecial educationeng
dc.subjectGerontologyeng
dc.subjectAnimal Assisted Therapyeng
dc.subjectElderseng
dc.subjectCognitioneng
dc.subjectEducación especialspa
dc.subjectTerapia Asistida por Animalesspa
dc.subjectAncianosspa
dc.subjectCogniciónspa
dc.titleTerapia Assistida por Animais: sua eficácia no desempenho cognitivo de idosos institucionalizadospor
dc.title.alternativeAnimal Assisted Therapy: its effectiveness in cognitive performance of institucionalized elderseng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Costa, Maria da Piedade Resende da
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2791098416503955por
dc.description.resumoO envelhecimento é um processo que traz diversas alterações biopsicossociais e atualmente este processo se torna uma realidade demográfica graças ao envelhecimento populacional. Neste cenário observa-se o aumento da prevalência de alterações cognitivas e de institucionalização em idosos, e ambos os fatores trazem prejuízos para a sua saúde. Isto aponta para a necessidade de adotar estratégias que melhorem a qualidade de vida dos idosos, e a Terapia Assistida por Animais (TAA) é uma estratégia que tem contribuído para isto. Desta maneira, o objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia da TAA, mais especificamente a cinoterapia, no desenvolvimento cognitivo das pessoas idosas, bem como os sintomas depressivos. Trata-se de um estudo experimental; este tipo de delineamento visa estudar a relação entre as variáveis, e no caso deste estudo, foi analisada a relação entre a TAA e o desempenho cognitivo de idosos institucionalizados. Este estudo é do tipo pré-teste-pós-teste, visando medir o grau de mudança em cada indivíduo após a intervenção (TAA). Foram utilizados os instrumentos: Mini Exame do Estado Mental, teste de fluência verbal da categoria animais e Escala de Depressão Geriátrica (versão 15 pontos). O local do estudo foi uma Instituição de Longa Permanência do município de São Carlos e os participantes foram treze idosos residentes na mesma que apresentam indicação de declínio cognitivo por meio dos instrumentos aplicados; os participantes foram divididos em Grupo Experimental (submetido á intervenção) e Grupo Controle (não submetido à intervenção). Os dados coletados no pré e pós teste mostram que, com base nos resultados dos instrumentos e observação do comportamento dos participantes, pode-se concluir que a TAA é uma estratégia eficaz para o estado cognitivo e qualidade de vida dos idosos institucionalizados.por
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educação Especial - PPGEEspor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAOpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIApor
dc.description.sponsorshipIdCNPq: 134185/2015-3por
dc.ufscar.embargoOnlinepor
dc.publisher.addressCâmpus São Carlospor
dc.contributor.authorlatteshttp://lattes.cnpq.br/8194751437786688por


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record