Show simple item record

dc.creatorGarcia, Silvana Canalhe
dc.date.accessioned2016-06-02T19:44:03Z
dc.date.available2008-05-09
dc.date.available2016-06-02T19:44:03Z
dc.date.issued2008-02-29
dc.identifier.citationGARCIA, Silvana Canalhe. Risco e resiliência em escolares : um estudo comparativo com múltiplos instrumentos. 2008. 166 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2008.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2846
dc.description.abstractWith the aim of contributing to the knowledge of risk and resilience factors involved in child development, this study had the goal of identifying these factors among students from low-income families. The characteristic of the present research was descriptive and exploratory, searching for correlations among risk factors that hinder development and resilience factors that this population may present. Multiple instruments were used to allow for statistical analyses, which are still little explored by the Brazilian literature. A total of 107 children (3rd and 4th grades) from an elementary school in an upstate city of São Paulo responded the Resilience Scale and Parental Styles Inventory. The mothers (57) responded the following: Rutter s A2 Behavior Scale, Family Environment Resources Inventory, Adverse Events Scale, Social Support Questionnaire, Information Registry Social-economic Level and Parental Styles Inventory. Academic performance was measured by SARESP (Academic Achievement System of Sao Paulo State). Results indicated families economically less favored, with poor social support. Most common adverse events were associated with economic problems, and difficulties in parental relationships. SARESP data showed that 28.57% of the children presented low academic achievement. Over 80% of the children evaluated themselves presenting various resilience factors, such positive selfperception, good social skills and adequate external support. Parental style, assessed by the children and by mothers, was considered of risk. Almost half of the mothers (46%) reported that their children presented high frequency of emotional/behavior problems. For this group, parental styles and behaviors were found to be significantly more negative and academic achievement was inferior when compared with the less problems group. Five children (8% of the total) presented good academic achievement in spite of high number of adverse events suffered. These children could, thus, be considered resilient. Negative parental practices and behaviors were considered risk factors for its correlation with emotional/behavioral problems, and school supervision from parents and good academic achievement were considered protective factors. The need for methodological improvement to advance resiliency as a construct is discussed.eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectResiliência (Traço de personalidade)por
dc.subjectFamíliapor
dc.subjectPsicologia positivapor
dc.subjectRendimento escolarpor
dc.subjectTestes e medidas educacionaispor
dc.titleRisco e resiliência em escolares : um estudo comparativo com múltiplos instrumentospor
dc.typeTesepor
dc.contributor.advisor1Williams, Lúcia Cavalcanti de Albuquerque
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6962646759651464por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1988833969898915por
dc.description.resumoCom o intuito de contribuir para a ampliação do conhecimento dos fatores de risco e de resiliência envolvidos no desenvolvimento da criança, este estudo teve por objetivo identificar estes fatores entre escolares provenientes de famílias menos favorecidas economicamente. O caráter da pesquisa é descritivo e exploratório na busca de correlações entre fatores de risco que dificultam o desenvolvimento e fatores de resiliência que essa população pode apresentar. Optou-se pelo uso de múltiplos instrumentos por permitir análises estatísticas ainda pouco exploradas na pesquisa nacional. Um total de 107 crianças de 3as e 4as séries de uma escola pública em uma cidade do interior de São Paulo responderam a Escala de Resiliência e o Inventário de Estilos Parentais. As mães (57) responderam aos instrumentos Escala Comportamental Infantil A2 de Rutter, Inventário de Recursos no Ambiente Familiar, Escala de Eventos Adversos, Questionário de Suporte Social, Formulário Informativo sobre Nível Socioeconômico e Inventário de Estilos Parentais. O desempenho acadêmico foi levantado pelo SARESP (Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar de São Paulo). Os resultados caracterizaram famílias de baixo poder aquisitivo e pouco suporte social. Os eventos adversos mais relatados relacionavam-se a problemas financeiros e dificuldades nos relacionamentos dos pais. Os dados do SARESP mostraram que 28,57% das crianças apresentaram baixo desempenho acadêmico. Mais de 80% das crianças se auto-avaliavam como apresentando vários fatores de resiliência, tais como uma auto-percepção positiva, habilidades sociais e contribuições de suportes externos. O estilo parental, tanto na avaliação das crianças como de suas mães, foi considerado de risco. Quase metade das mães (46%) relatou que seus filhos apresentavam alto índice de problemas emocionais/comportamentais. Verificou-se que, significativamente, para esse grupo, os estilos e as condutas parentais eram mais negativos e o rendimento acadêmico era inferior quando comparado ao grupo com menos problemas. Considerou-se que cinco crianças (8% do total), devido aos bons resultados acadêmicos apresentados diante do alto número de eventos adversos sofridos, poderiam ser consideradas resilientes. As práticas e condutas parentais negativas foram consideradas fatores de risco por sua correlação com problemas emocionais/comportamentais e a supervisão dos pais para e escola e bons resultados acadêmicos foram considerados fatores de proteção. Discute-se a necessidade de aprimorar a metodologia utilizada para aperfeiçoar o constructo resiliência.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educação Especialpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record