Show simple item record

dc.creatorPretti, Liziane Cristina
dc.date.accessioned2016-06-02T19:46:30Z
dc.date.available2014-11-24
dc.date.available2016-06-02T19:46:30Z
dc.date.issued2014-02-20
dc.identifier.citationPRETTI, Liziane Cristina. Sinais sugestivos de transtorno déficit de atenção e hiperatividade de crianças com histórico de nascimento prematuro extremo e baixo peso. 2014. 87 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/3176
dc.description.abstractChildren born premature and extreme birth weight are more likely to have cognitive, neuropathological and behavioral changes such as attention deficit hyperactivity disorder (ADHD). Early identification of ADHD is important because it is known that the effects caused by this disorder in school and personal lives may pass into adulthood, and the social and educational impact can cause those students requiring specialized educational assistance. In this sense, the present study aimed at identifying early signs suggestive of Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) in children at 3 years of age with a history of extreme preterm birth and low birth weight. The sample comprised 29 children with a history of extreme prematurity and low birth weight with 3 years old now, enrolled in municipal schools. Participants were first characterized with the CCEB (Economic Classification Criterion Brazil) to homogenize the sample. After, were evaluated with the SDQ questionnaire version Pa 3/4 years (for the parents) and version Pr 3/4 years (for teachers). We also used the Denver II screening test in order to evaluate the overall development of these children and relate to behavioral findings. From the statistical correlation - Pearson Correlation - the data we found that there was a significant correlation between the variables IG with hyperactivity subscale, indicated by SDQ Pa (R= -,465*), correlation between IG and birth weight with the hyperactivity subscale, indicated by SDQ Pr ( R= -,528**; R= -,429*, respectivamente). All these correlations were significantly negative which confirms findings in the literature, that is, the lower gestational age and birth weight, the greater are the chances of having behavioral problems suggestive of ADHD. It was also verified that parents and teachers rated similarly children's development. It is concluded that children with a history of preterm birth and low birth weight have signs suggestive of ADHD at 3 years of age, and that the performance of screening for early detection of these signals facilitates therapeutic intervention and can thereby reduce the performance impact academic school with a history of extreme preterm birth and low birth weight.eng
dc.description.sponsorshipFinanciadora de Estudos e Projetos
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de São Carlospor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEducação especialpor
dc.subjectTranstorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH)por
dc.subjectPrematuridade extremapor
dc.subjectBaixo peso ao nascerpor
dc.subjectDiagnóstico precocepor
dc.subjectExtreme prematurityeng
dc.subjectLow birth weighteng
dc.subjectAttention deficit hyperactivity disordereng
dc.subjectEarly diagnosiseng
dc.titleSinais sugestivos de transtorno déficit de atenção e hiperatividade de crianças com histórico de nascimento prematuro extremo e baixo pesopor
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.advisor1Martinez, Claudia Maria Simões
dc.contributor.advisor1Latteshttp://genos.cnpq.br:12010/dwlattes/owa/prc_imp_cv_int?f_cod=K4785852E9por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9859178256073664por
dc.description.resumoCrianças nascidas prematuras extremas e com baixo peso, igual ou inferior a 2500g, estão mais propensas a apresentarem alterações cognitivas e neuropatológicas, bem como alterações comportamentais, tais como o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). A identificação precoce do TDAH é importante, pois sabe-se que as repercussões causadas por este transtorno na vida escolar e pessoal podem repercutir até a vida adulta, e o impacto social e educacional pode fazer com que esses alunos necessitem de assistência educacional especializada. Neste sentido, o presente estudo teve por objetivo geral identificar sinais precoces sugestivos do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), em crianças aos 3 anos de idade com histórico de nascimento prematuro extremo e baixo peso ao nascer. A amostra foi composta por 29 crianças com histórico de prematuridade extrema e baixo peso ao nascer com 3 anos de idade atual, matriculadas na rede municipal de ensino. Os participantes foram caracterizados primeiramente com o CCEB (Critério de Classificação Econômica Brasil), a fim de homogeneizar a amostra. Após foram avaliado com o questionário SDQ versão Pa3/4anos (destinado a pais) e versão Pr3/4 anos (destinado a professores). Foi utilizado também, o teste de triagem Denver II, no intuito de avaliar o desenvolvimento global destas crianças e relacionar com os achados comportamentais. A partir da análise estatística correlacional Correlação de Pearson - dos dados foi possível verificar que houve uma correlação significativa entre as variáveis IG com a subescala hiperatividade, indicados pelo SDQ Pa (R= -,465*), correlação entre IG e peso ao nascer com a subescala hiperatividade, indicados pelo SDQ Pr ( R= -,528**; R= - ,429*, respectivamente). Todas essas correlações se apresentaram significativamente negativa o que corrobora com os achados da literatura, isto é, quanto menor a IG e peso ao nascer, maiores são as chances de apresentarem problemas comportamentais sugestivos de TDAH. Foi possível verificar também, que pais e professores avaliaram de forma semelhante o desenvolvimento das crianças. Conclui-se assim, que crianças com histórico de nascimento prematuro e baixo peso apresentam sinais sugestivos de TDAH aos 3 anos de idade, e que a realização de triagem para detectar precocemente estes sinais facilita a intervenção terapêutica e pode com isso reduzir o impacto no desempenho acadêmico de escolares com histórico de nascimento prematuro extremo e baixo peso.por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFSCarpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Educação Especialpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIALpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record